O último Ciferal Líder do intermunicipal paraibano

Por Ônibus Paraibanos
Imagens Acervo Ônibus Paraibanos


No Salão de 1968 foi mostrada mais uma criação inovadora da Ciferal – o Líder 2001, com inéditos 2,6 m de largura, apresentando grande avanço estilístico sobre as carrocerias que vinha produzindo até então, ainda influenciadas pela estética norte-americana.

As linhas do novo produto eram limpas e fluidas, com faróis retangulares (substituídos por redondos duplos, na versão definitiva) e ampla utilização de fibra de vidro, permitindo superfícies lisas e contínuas, sem emendas, com destaque para a traseira, totalmente fechada e com marcantes lanternas verticais.

Apresentado no Salão sobre um chassi especial da FNM, o modelo só começaria a ser produzido em 1970, para a Viação Cometa, inicialmente montado sobre chassis Scania B-76 (batizado Jumbo) e logo a seguir sobre o B-110 (Turbo Jumbo), quando ganhou nova grade dianteira, mais ampla, e teve a traseira alterada; internamente recebeu iluminação fluorescente, novas poltronas e assento do motorista com suspensão hidráulica.

Turbo Jumbo da Cometa

Na Paraíba, o modelo fez um enorme sucesso, estando presente na frota de quase todas as empresas do transporte intermunicipal paraibano. Até na frota da Transnacional o modelo esteve presente.

Os últimos veículos do modelo a rodarem no intermunicipal paraibano foram da empresa Aroeirense que encerrou as operações de linhas intermunicipais em 2014.

A empresa possuía dois Líder, um fabricado em 1978 e outro em 1980, ambos com chassi LPO-1113 da Mercedes-Benz. O fabricado em 1978 teve dois prefixos, 2704 e 2705 e o de 1980, os prefixos 2715 e 2705.

Ambos operavam as linhas que ligavam Campina Grande para as cidades de Aroeiras e Gado Bravo e encerraram suas operações desde que a empresa passou a se dedicar só ao turismo.

4 comentários em “O último Ciferal Líder do intermunicipal paraibano”

  1. Salvani Marcílio da Rocha

    Tenho um duralumínio 1978 que adquiri aí na Paraíba em Cabedelo. Comprei já transformado em motor casa. Me divirto muito com ele.

  2. Me lembro destes incríveis e resistentes ônibus que faziam a ligação de Itabaiana a campina grande via mogeiro. Não lembro o nome da empresa (acredito ser a real). Eram lindos e elegantes. As rodas escuras mostravam o capricho da firma. Fundamentais para o desenvolvimento da Paraíba. Gratidão

  3. Me lembro de quando fui visitar alguns parentes e viajei em carro desses na linha Campina Grande x Puxinana, da Viação São José. Que saudades!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
Montagens de modelos com o layout da Gontijo Um clássico com as cores do Flamengo São Paulo X Teresópolis com a Viação Águia Branca Dream Bus da Itapemirim em SP e Curitiba O ônibus da capa de Girl From Rio O último Citmax do sistema de Natal Apache Vip da FAOL no “Diretão” do BRT Rio O último Ciferal Líder do intermunicipal paraibano Ideale da Solazer Viaggio da Expresso Recreio