UFPB vai disponibilizar ônibus circular para comunidade universitária no retorno às aulas

Por UFPB – Aline Lins
Imagens Oriel Farias


A Universidade Federal da Paraíba (UFPB) disponibilizará um ônibus circular para realizar o percurso interno na instituição e atender a comunidade acadêmica – alunos, professores, técnico-administrativos e terceirizados que trabalham na Instituição – a partir do retorno às aulas, previsto para o início do mês de março deste ano. O Reitor da UFPB, Prof. Valdiney Gouveia, realizou a primeira viagem de teste no micro-ônibus, nesta segunda-feira (08).

“Estamos iniciando os estudos para implementar esse projeto. Sempre procuramos oferecer o melhor para a comunidade universitária”, afirmou o Prof. Valdiney Gouveia.

O micro-ônibus tem capacidade para 30 passageiros sentados. A equipe está realizando a coleta de informações para viabilizar outro ônibus ou um veículo maior, caso necessário, para atender a demanda. Estão sendo estudados os centros com maior demanda e também será feita a sinalização das paradas no percurso feito pelo transporte.

O superintendente de Logística de Transportes, Allisson Magno Rodrigues Silva, informou que, inicialmente, os horários de saída do transporte serão a cada hora, iniciando às 6h30.

Em um primeiro momento, o ônibus vai partir da antiga garagem central, onde atualmente funciona a Superintendência de Logística e Transporte (SULT), e vai transitar por toda a instituição, percorrendo um itinerário que passa por Escola Técnica de Saúde, Centro de Ciências da Saúde e segue para a Reitoria, pegando a saída principal do Castelo Branco, contornando o girador e retornando para a Universidade para dar sequência ao trajeto: Centro de Vivência, TV UFPB, Caixa Econômica Federal, Centro de Comunicação, Turismo e Artes, segue para o Restaurante Universitário, percorre a avenida do Centro de Ciências Sociais Aplicadas e Central de Aulas, chega ao Centro de Tecnologia, Centro de Ciências Jurídicas, passa pelo Centro de Ciências Exatas e da Natureza, Biblioteca Central, Superintendência de Infraestrutura, novamente Centro de Ciências da Saúde, Centro de Ciências Médicas e Residência Universitária.

“Após esse estudo, se houver demanda e a comunidade acadêmica verificar a necessidade, isso pode ser ampliado para a área externa à Universidade, como bairro dos Bancários ou até o Centro de Informática e Centro de Tecnologia e Desenvolvimento Regional, em Mangabeira, em horários específicos”, explicou Allisson Magno. Esses horários que estão sendo estudados são antes do início das aulas pela manhã, horário de almoço, por volta das 18h e, o último ônibus, às 22h.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.