Ônibus Paraibanos

Marcopolo: aposta no trem e venda de participação na Índia

Por Silvana Toazza
Imagens Divulgação

A Marcopolo fez dois grandes anúncios nesta quarta-feira, 16. O primeiro é o lançamento do seu primeiro veículo leve sobre trilhos (VLT), avançando no setor metroferroviário. A segunda novidade envolve a aprovação da venda de sua participação na empresa indiana Tata Marcopolo Motors (leia matéria no texto abaixo).

Por meio da Marcopolo Rail, a primeira unidade do VLT operará em uma rota turística do cliente Giordani Turismo, operadora oficial dos passeios de Maria Fumaça na Serra. Batizado de Prosper VLT, o modelo será produzido junto ao complexo industrial da Marcopolo em Caxias do Sul, em fábrica específica para trens, e terá versões para atender também aos sistemas de transporte urbanos e intercidades.

“Com este lançamento, avançamos na nossa nova frente de negócios relacionada ao setor metroferroviário, em linha com as atuais demandas de mobilidade do país, no sentido de promover deslocamentos de alta capacidade com velocidade, eficiência e conforto, ampliando nosso portfólio de modais”, afirma James Bellini, CEO da Marcopolo.

A saber: a Marcopolo Rail é um braço da Marcopolo Next, divisão de novos negócios da companhia focada no futuro da mobilidade. O primeiro produto sobre trilhos do grupo nasceu com o desenvolvimento de caixa para o People Mover Aeromóvel (tecnologia para vias elevadas), finalizada em novembro de 2017.

Em 2019, integrada à Next, a Marcopolo Rail iniciou um novo ciclo de ampliação de seu portfólio, que começará com este lançamento do Prosper VLT e seguirá pelos próximos anos com novas soluções.

O mercado sobre trilhos tem alto potencial. O transporte metroferroviário está presente em apenas 13 regiões metropolitanas, de um total de 63 de médio e grande portes no país. E, apesar de atender mais de 11 milhões de passageiros por dia, ainda assim, apresenta capacidade abaixo da demanda, segundo o estudo Setor Metroferroviário Brasileiro, da ANPTrilhos.

Venda da participação em empresa indiana

Também nesta quarta-feira, a Marcopolo anunciou aos acionistas e ao mercado que o Conselho de Administração aprovou a venda de sua participação na empresa indiana Tata Marcopolo Motors (“TMML”), equivalente a 49% das ações da coligada, à acionista remanescente na sociedade (leia-se Tata Motors), por US$ 13,5 milhões.

Paralelamente, a companhia firmou contrato de licenciamento para a utilização de sua marca “Marcopolo” por parte da TMML. Essa, em contrapartida, pagará royalties sobre a receita dos produtos vendidos nos modelos de ônibus atualmente fabricados por um período mínimo de três anos. As empresas garantem que continuarão mantendo um canal aberto para colaboração em projetos futuros de tecnologia em carrocerias e para prestação de serviços de consultoria técnica.

A operação não está sujeita a aprovações regulatórias e deverá ser concluída nas próximas semanas, após a realização de procedimentos societários de ambas as partes. O pagamento será efetuado após a finalização dessas formalizações, conforme fato relevante assinado por José Antonio Valiati, diretor de Relações com Investidores da Marcopolo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.