Ônibus Paraibanos

Por R$ 14,4 milhões, Prefeitura de Vitória da Conquista contrata empresa de ônibus para substituir Cidade Verde

Por Blog do Sena
Imagens Pedro Vinícius

A Prefeitura de Vitória da Conquista contratou a empresa Atlântico Transporte LTDA para operar o lote 2 do transporte coletivo urbano do município. A decisão foi publicada no Diário Oficial do Município desta segunda-feira (05).

Atualmente, o lote 2 é operado pela Viação Cidade Verde, que foi condenada pela Segunda Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Bahia por ter fraudado o processo licitatório ocorrido em 2014. Com a publicação do acórdão, a empresa deve deixar a cidade.

Ao todo, foram contratados 50 ônibus pelo valor mensal fixo de R$ 26.000,00 (vinte e seis mil reais) cada, totalizando o valor de R$ 7,8 milhões. A esse valor será somado de R$ 2,60 por quilômetro rodado, o que corresponde ao valor de mais de R$ 4,6 milhões. Ao final, o valor total do contrato, que é válido por 180 dias, ultrapassa os R$ 12,4 milhões.

Além dos ônibus, foram contratados 10 micro-ônibus pelo valor mensal de R$ 20.000,00 cada, totalizando o valor de R$ 1,2 milhão. Ao total, serão somados R$ 2,00 por quilômetro rodado, elevando o montante em R$ 720 mil e chegando ao total de R$ 1.920.000. O início da operação dos ônibus da nova empresa ainda não tem data definida.

Com a contratação emergencial da nova empresa, o transporte coletivo de Vitória da Conquista passa a ser operado por empresas não licitadas, uma vez que além da Atlântico Transporte, a Prefeitura contratou a Viação Rosa também emergencialmente. Contrato esse que já dura mais de um ano.

A contratação torna a operação do transporte uma atividade onerosa para o município. A Prefeitura anunciou no início do último mês a abertura de um processo licitatório para a contratação de duas novas empresas de ônibus, contudo, sem data prevista para o lançamento do edital e com o novo contrato emergencial, tudo indica que a nova licitação deve demorar a acontecer.

Clique aqui e confira o a ata de dispensa de licitação.

Compartilhe esta matéria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.