Ônibus Paraibanos

João Pessoa ganha linha de ônibus entre bairros a R$ 2

Por Portal Correio
Imagens Divulgação

A Prefeitura de João Pessoa anunciou nesta segunda-feira (5) o projeto Conexão Bairro, com a primeira linha interligando apenas bairros próximos no valor de R$ 2. A medida começa a valer nesta terça-feira (6) e é parte do Plano de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Planmob) com planejamento para até 2038, envolvendo a Capital e a região metropolitana. A construção do plano se deu em várias etapas, com participação popular.

O Plano de Mobilidade Urbana será encaminhado à Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) e deverá se tornar lei. “Ele vai proporcionar melhoria nas condições urbanas em acessibilidade e mobilidade, reduzindo desigualdades e promovendo a inclusão, vai diminuir as necessidade de longas viagens, proporcionando deslocamentos mais eficientes e vai promover melhorias nas condições ambientais da cidade, com a diminuição da poluição atmosférica, visual e sonora”, disse o prefeito Luciano Cartaxo.

Ônibus

O Conexão Bairro, projeto que pretende interligar bairros próximos em que exista atração de viagens de curta distância, terá início com a linha piloto C001, que vai conectar os bairros do Grotão e Colinas do Sul.

A partir das 6h, os ônibus identificados visualmente com o nome do projeto, vão partir do Terminal 102, voltando do Terminal 116. No percurso vão passar ainda pelo Gervásio Maia, Colinas do Sul e Irmã Dulce. A passagem também será diferenciada, custando apenas R$ 2.

Segundo a prefeitura, o Plano para o transporte público prevê um serviço com “mais conforto, segurança, acessibilidade e eficiência, com integração com os demais modais, uma melhor organização das linhas e o uso de energias renováveis”.

Entre as propostas estruturais estão a implantação de oito novos trechos de faixa exclusiva e de seis grandes corredores de ônibus, incluindo a BR-230, que passaria a funcionar como uma via urbana. Para escoar a demanda externa da BR, o Plano prevê a construção de um anel rodoviário utilizando trecho da PB-011.

Calçadas

De acordo com o Planmob, até 2038 todos os bairros da Capital deverão ter pelo menos 85% de calçadas acessíveis. Com isso, pretende-se incentivar o uso do transporte ativo para a mobilidade de proximidade, garantindo mais eficiência e conforto para pedestres, com total acessibilidade.

Ciclistas

Já no caso dos ciclistas, o Plano foca na ampliação e conexão da malha cicloviária e também na sua interligação com outros modais. A proposta é que a cidade chegue a uma malha para ciclistas de 221,5 km de extensão até 2038. Com os investimentos da atual gestão, a Capital já tem 86 km de ciclovias e ciclofaixas e deve chegar a 110km até o final deste ano.

Vias

As intervenções em sistema viário têm como objetivo garantir a segurança e conectar a malha viária, assim como implantar estratégias de redução dos congestionamentos e de organização dos estacionamentos. Entre as principais propostas do Plano estão a complementação de articulação regional e perimetral. O primeiro caso inclui projetos como a ligação do Geisel ao Gervásio Maia e de Mangabeira ao Valentina. Já o segundo se refere a intervenções como o viaduto da Saffa S. Abel da Cunha, a ligação da Epitácio Pessoa com a Rui Carneiro e novas ligações da UFPB com Altiplano, Bancários e a Torre (ponte estaiada).

Compartilhe esta matéria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.