Grande Recife reforça a operação dos ônibus na retomada das atividades dos setores da construção civil e comércio atacadista

Os ônibus não poderão circular com o número de passageiros além de sua capacidade máxima, devendo haver embarque sentado.

Por Grande Recife
Imagens JC Barboza

De acordo com o Plano de Monitoramento e Convivência com a Covid-19, divulgado pelo Governo do Estado na última segunda-feira, os setores da construção civil e comércio atacadista retomam, gradualmente, suas atividades na próxima segunda-feira (8). Com o objetivo de minimizar o impacto no transporte público de passageiros, principalmente nos horários de pico, o Grande Recife reforçará a operação do sistema.

Haverá aumento de frota nas linhas de maior demanda e disponibilização de ônibus extras em 16 terminais integrados*. Os veículos extras serão colocados em operação de acordo com o aumento da demanda de passageiros. A disponibilização desses ônibus poderá aumentar em até 20% o número de viagens a depender do terminal.

O reforço na operação levou em conta as particularidades de cada atividade econômica. É importante destacar que os técnicos do Consórcio continuarão acompanhando a operação e fazendo os ajustes necessários para evitar aglomeração nos TIs.

Os ônibus não poderão circular com o número de passageiros além de sua capacidade máxima, devendo haver embarque sentado. Na prática, isso significa que, a depender do layout do veículo, os ônibus só poderão circular com até 50 pessoas.

A obrigatoriedade do uso de máscara continua e é obrigação da empresa operadora a recusa de passageiro que não faça uso do acessório. Nos terminais integrados, fiscais do Grande Recife e policiais militares apoiam os operadores para o cumprimento do uso da máscara.

*Terminais Integrados com ônibus extras: Joana Bezerra, Tancredo Neves, Macaxeira, Caxangá, Aeroporto, Jaboatão, Barro, TIP, Cajueiro Seco, Xambá, PE-15, Camaragibe, Pelópidas Silveira, Igarassu, Abreu e Lima e Cabo.

Compartilhe esta matéria
ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.