Ônibus Paraibanos

ANTT realiza operação na região central do Piauí, apreende veículos, interdita rodoviária clandestina e conduz infratores à delegacia

Por ANTT
Imagens / Vídeo Divulgação

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) continua realizando operação de combate ao transporte clandestino de passageiros no estado do Piauí com apoio do Ministério Público (MPPI), da Polícia Militar (PM) e Polícia Civil (PC).

Em ação na data de ontem foram realizadas diversas fiscalizações, apreensões de veículos e interdições de estabelecimentos clandestinos nos municípios de Picos, Vera Mendes, Simplício Mendes, Colônia do Piauí e Oeiras.

Em Vera Mendes havia um estabelecimento que funciona como rodoviária clandestina às margens da rodovia. A fiscalização nessa cidade foi solicitada pela Promotora de Justiça de Itainópolis, Dra. Romana Leite Vieira, responsável pela região, após receber denúncia da secretaria de Saúde de Vera Mendes preocupada em evitar que o local fosse um foco de aglomeração de pessoas e, por consequência, de disseminação do novo coronavírus. O local foi interditado pela fiscalização.

Já em Colônia do Piauí foi interceptado com apoio da PM ônibus desembarcando passageiros vindos de São Paulo/SP. O veículo que era clandestino ainda apresentava ausência e defeitos em equipamentos de segurança, e conseguiu chegar no município desviando das barreiras sanitárias que foram montadas em diversas cidades.

Ainda em Oeiras a fiscalização deparou-se com outro veículo que saiu de São Paulo/SP sem autorização da ANTT. O ônibus já havia realizado desembarques noutras cidades antes de chegar a seu destino e novamente apresentou problemas de segurança.

Os infratores foram também conduzidos a presença do Dr. Antonio Nilton Alves de Moura, titular da Delegacia Regional da Polícia Civil em Oeiras, para responsabilização penal dos delitos de transporte clandestino, desobediência, desacato, e infração de medida sanitária preventiva.

Até o momento, foram retirados de circulação 47 veículos, lavrados 154 autos de infração, aplicando-se um total de multas de cerca de 650 mil reais, impactando diretamente mais de 2000 pessoas que vinham de outros estados e foram encaminhadas às autoridades sanitárias estaduais e municipais para providências cabíveis.

A Agência reforça o alerta sobre os riscos de acidentes nos transportes clandestinos e da maior exposição à contaminação do coronavírus, pois esses veículos não cumprem os mesmos protocolos sanitários adotados pelas empresas regulares.

A ANTT segue intensificando as fiscalizações na região e a operação não tem prazo para encerrar.

Em caso de dúvidas ou denúncias o usuário deve entrar em contato com a ANTT através do telefone 166 ou do endereço eletrônico www.antt.gov.br

Compartilhe esta matéria
ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.