Ônibus Paraibanos

Ônibus elétricos, menos poluentes, vão ser testados na capital em breve

Por Hoje em Dia
Imagem Divulgação

Permissionárias que exploram o serviço de ônibus planejam testar veículos elétricos na capital. O prazo para isso acontecer não foi informado, mas o presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte (Setra-BH), Joel Paschoalin, diz que será “em breve”. “Serão 100% não poluentes, um ganho para o meio ambiente e a qualidade de vida da população”, afirma. Segundo ele, hoje circulam mais de 1.200 ônibus com ar-condicionado e suspensão a ar na capital.

Sobre as queixas dos usuários, a BHTrans afirma tomar medidas de monitoramento e melhoria constantes dos 13 milhões de quilômetros rodados ao mês pelo sistema na cidade. Dentre elas, a empresa destaca alterações no quadro de horários e itinerários; criação de linhas; implantação de faixas verticais e horizontais exclusivas para esse modal, priorizando o coletivo sobre o individual; integração tarifária; e inclusão de ar-condicionado em toda a frota até 2027.

HORÁRIOS

Como uma das principais ações, a empresa afirma que foram feitas cerca de 1.200 alterações na rede, incluindo a readequação do quadro de horários e itinerários; e a criação de 14 trajetos para usuários de toda a cidade, incluindo linhas e favelas. No ano passado, foram quatro novas linhas. “Cada linha dessa tem a sua razão de ser e é pensada para atender o cidadão, seja no sistema convencional ou nos ônibus menores”, explicou Sérgio Carvalho.

Segundo ele, outros pontos são a integração de tarifas e a atualização dos carros. Pela integra-ção, o usuário do cartão BHBus de algumas linhas de vilas e favelas pode pegar um segundo coletivo pagando metade da tarifa ou sendo isento dessa cobrança.

“Ele paga a tarifa convencional, de R$ 4,50, e, ao pegar a linha de vilas e favelas, não paga nada com o cartão. No retorno, a mesma coisa”, detalhou.

Compartilhe esta matéria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.