Ônibus que circulam no Grande Recife passam a ter todos os assentos preferenciais

Medida publicada no Diário Oficial do Estado desta terça (11) beneficia idosos, gestantes, lactantes, pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida e com crianças de colo.

Por G1
Imagem JC Barboza

Todos os assentos de ônibus do Sistema de Transporte Público de Passageiros que circulam no Grande Recife passam a ser preferenciais a partir desta terça-feira (11). A resolução do Conselho Superior de Transporte Metropolitano (CSTM) foi publicada no Diário Oficial do Estado.

Com isso, passam a ter prioridade idosos, gestantes, lactantes, pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida e pessoas com crianças de colo. Segundo a resolução, a medida deve ser fiscalizada e divulgada em todos os ônibus em até 30 dias úteis, em locais de fácil visualização dos passageiros.

O assunto foi discutido na reunião do CSTM na segunda (10), que contou com a presença de conselheiros que representam os passageiros com mobilidade reduzida.

No encontro, foi anunciado o envio à Assembleia Legislativa de Pernambuco de um projeto para cancelar o prazo de validade dos créditos do Vale Eletrônico Metropolitano (VEM), que expiram em 180 dias.

A preferência para idosos, gestantes e outras pessoas com dificuldades de mobilidade nos assentos dos ônibus do Recife já havia virado um Projeto de Lei na Câmara do Recife em 2016, mas, na época, não entrou em votação. A medida dividiu opiniões entre passageiros.

Multa e ônibus intermunicipais

Em 2019, a Câmara aprovou uma lei que determinava multa de R$ 100 para os passageiros que ocupassem os assentos reservados para grávidas, idosos e deficientes.

No mesmo ano, a Alepe aprovou uma lei que determina que todos os assentos dos veículos de transporte coletivo rodoviário intermunicipal sejam preferenciais. A prioridade é para idosos a partir de 60 anos, grávidas, passageiros com crianças de colo e pessoas com necessidades especiais.

Compartilhe esta matéria
ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.