30 anos de Comil na frota da Rio Tinto

Apesar dos 30 anos da primeira aquisição, foram poucas unidades presentes na frota da empresa paraibana

Por Ônibus Paraibanos
Imagens Rodrigo Gomes / Paulo Rafael Viana / Marcos Filho / Acervo histórico Ônibus Paraibanos

Desde 1985 no mercado nacional de carrocerias, após adquirir em um leilão a antiga fábrica de carrocerias Incasel, a Comil esteve presente na frota da várias empresas paraibanas rodoviárias, dentre elas a Trans Paraíba, Bela Vista, São José e Rio Tinto.

Num mercado dominado pela Marcopolo e Busscar, foram poucas unidades na frotas dessas empresas, sendo a Bela Vista a principal frotista da encarroçadora gaúcha na Paraíba. Na Rio Tinto foram apenas quatro unidades, todas elas com diferentes e curiosas origens.

Em 2020 fazem 30 anos que a Rio Tinto adquiriu o primeiro ônibus da encarroçadora gaúcha. Vamos conhecer todos os que passaram pela frota da empresa.

1402 – Campione 3.65X Scania K310IB

Fabricado em 2006, esse Campione foi adqurido 0 km pela Natal Locadora e antes de chegar a Rio Tinto, rodou por várias empresas como a Jotude e a Bela Vista. De todos o veículos produzidos pela Comil a integrar a frota da Rio Tinto, foi o que esteve por menos tempo na frota da empresa, cerca de um ano e o último veículo da encarroçadora da empresa baienense.

1408 – Svelto 1996 Mercedes-Benz O-364

Mais um reencarroçado pela Comil e o único urbano da encarroçadora a fazer parte da frota da Rio Tinto. Chegou na frota da empresa para fazer o serviço opcional da empresa na linha Rio Tinto X Baía da Traição. O seu chassi pertenceu a um dos dois Diplomata 2.40 que a empresa possuiu. O veículo foi vendido para a Usina Monte Alegre S/A de Mamanguape, PB e como pode ser visto na foto, foi mantida a pintura que a Rio Tinto utilizou neste veículo.

1428 – Condottiere 3.20 Mercedes-Benz LPO-1113

Esse chegou a frota da empresa em 1990 e foi o primeiro ônibus fabricado pela Comil a compor a frota da Rio Tinto. Reencarroçado de um Ciferal Líder, provavelmente ano 1978, rodou principalmente nas linhas que chegavam a municípios com acesso por estradas de chão, na época, como Capim, Cuité de Mamanguape e Baía da Traição.

1435 – Piá 1999 Volkswagen 8-140

Com origem cearense e fabricado em 2000, esse foi o único micro-ônibus fabricado pela Comil na frota da empresa com sede em Bayeux e também o primeiro ônibus adqurido usado do Ceará pela Rio Tinto. Apesar de ser climatizado, quase nunca rodou com o ar condicionado ligado.

Atualmente a frota da empresa é composta por 45 veículos, dos quais, 41 são da Marcopolo e 4 da Mascarello.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Este conteúdo é protegido.