Mais de mil cartões de ônibus são bloqueados por irregularidades

Orientação para quem tiver o cartão bloqueado é comparecer à sede do sindicato na Rua 13 de Maio, Centro, João Pessoa

Por Portal Correio
Imagem JC Barboza

O Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de João Pessoa (Sintur-JP) informou nesta sexta-feira (13) que 1.090 cartões de ônibus Passe Legal Estudantil e de gratuidade foram bloqueados por uso irregular do serviço em agosto.

A constatação parte do sistema da biometria facial, que opera nos ônibus da Capital, e enviou 420.844 acessos para verificação. Desse total, constatou-se que 15.404 usuários podem ter entrado nos coletivos de forma irregular. O sistema está disponível em 100% da frota de ônibus de João Pessoa.

Segundo o Sintur-JP, o maior número de acessos irregulares foi com o Passe Legal Estudantil, representando 76% do total. Já no cartão de gratuidade, que é a outra categoria que tem acesso aos ônibus através da biometria facial, foram 3.778 entradas irregulares em agosto.

“Essa estimativa dos acessos irregulares de agosto representa uma evasão de receita de mais de R$ 60 mil para o sistema, o que gera prejuízos para toda a cadeia, inclusive para o Município, que deixa de arrecadar impostos”, pontua o diretor institucional do Sintur-JP, Isaac Junior Moreira.

Implantada este ano nos ônibus que operam em João Pessoa, a biometria facial contempla apenas usuários do transporte público que possuem algum tipo de benefício na passagem. Por enquanto, os estudantes e os passageiros que têm direito à gratuidade são os que acessam os coletivos por meio do reconhecimento facial.

De acordo com o Sintur-JP, a orientação para quem tiver o cartão bloqueado é comparecer à sede do sindicato na Rua 13 de Maio, Centro, João Pessoa, onde o usuário será notificado da irregularidade, fará um novo cadastro e solicitará um novo cartão de acesso aos ônibus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Este conteúdo é protegido.