Superintendente da STTP: “O terminal de integração fixo continua funcionando”

Por Paraíba On Line
Imagem Paulo Rafael Viana

Segundo o representante da Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos, Felix Araújo Neto, a integração temporal veio para beneficiar a população campinense, e o serviço está funcionado em fase de teste desde o último sábado (12).

O novo sistema vem recebendo críticas em relação ao tempo estipulado de troca de ônibus, que é de 60 minutos para qualquer localidade, incluindo o distrito de Galante e bairros mais distantes como o Ligeiro.

Em entrevista à Rádio Correio FM, Félix Araújo destacou que é possível que o prazo seja aumentado em algumas linhas de ônibus, porém, segundo ele, um estudo técnico diz que o tempo médio de deslocamento de uma pessoa que more em localidades distantes em Campina se dá entre 40 a 45 minutos.

– Mesmo assim, isso é uma fase experimental, estamos analisando, estamos verificando, inclusive se é caso de aumentar o tempo dessa linha de Galante, São José da Mata – destacou.

Além disso, o superintendente informou que caso o passageiro perceba que o tempo não seja suficiente, ele pode ir até o terminal de integração físico, que não terá seu funcionamento alterado nessa fase de testes, e embarcar no segundo ônibus de forma gratuita.

– A ideia quando se implantou o cartão temporal é que se possa expandir, que possa dar à população outros locais em que possa integrar dentro de um prazo de 60 minutos – disse.

Félix Araújo ressaltou que esses dois dias de avaliações tem sido positivos para o funcionamento do sistema de integração temporal, e que não houve nenhuma reclamação formal diretamente com a STTP.

Segundo ele, dados internos da própria STTP mostram que mais de 1 mil pessoas já utilizaram a troca de ônibus fora da integração física e que o sistema utilizado é o mesmo que em grandes cidades como João Pessoa, Natal e Fortaleza.

– O sistema em si está funcionando bem, a questão agora são pequenos ajustes, analisar uma linha ou outra, verificar se há necessidade de aumentar o tempo em algum local – ressaltou.

Ainda segundo o superintendente, está sendo feita a mobilização de uma equipe para fiscalizar o sistema de perto.

– Toda equipe está monitorando, estamos acompanhando para que haja realmente o benefício para a coletividade, se for o caso de não dar certo, dia 31 haverá uma reunião e desfaz – finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Este conteúdo é protegido.