‘Linha Troncal de Transporte’ substituirá BRT

Por Portal Correio – Alisson Correia
Imagem / Vídeo Divulgação

O projeto de Bus Rapid Transit (BRT) de João Pessoa, ônibus rápido na sigla em inglês, mudou de nome e agora será ‘Linha Troncal de Transporte Coletivo de Massa’. A informação foi confirmada nesta segunda-feira (10) pela Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), que recebeu o chefe da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob-JP), Adalberto Alves, para tratar sobre o assunto.

Alves se reuniu com vereadores para agendar uma audiência pública, na qual será discutida a viabilidade de um empréstimo de R$ 52 milhões, a ser autorizado pelo Legislativo, para iniciar a execução do projeto. A audiência ocorreu às 11h desta terça-feira (11).

O projeto

O projeto deverá começar pela Avenida Dom Pedro II, atendendo inicialmente cerca de 25% da população de João Pessoa. O corredor é um dos principais da Capital e liga o Centro à Zona Sul e à BR-230.

O superintendente da Semob explicou que o projeto é o mesmo apresentado para o BRT, agora renomeado porque poderá, inicialmente, funcionar com os dois tipos de veículos, que são os ônibus regulares que já circulam na cidade e os chamados ‘veículos inteligentes’, com alta capacidade, informações em tempo real, piso elevado e ar-condicionado.

“A avenida Pedro II irá passar por uma intervenção viária para receber veículos de massa que irão fazer o transporte de passageiros do bairro até o Centro da cidade”, resume Adalberto Alves, acrescentando que o projeto compreende ainda a construção de dois terminais inteligentes; um, já anunciado pelo prefeito Luciano Cartaxo (PV), ao lado do Terminal Rodoviário Severino Camelo, no Varadouro, e outro, no bairro de Mangabeira.

Desde 2014

O projeto do sistema de ônibus rápido de João Pessoa foi apresentado pela primeira vez em 2014. A execução total da ideia prevê a construção de terminais e corredores exclusivos nas avenidas Epitácio Pessoa, 2 de Fevereiro, Cruz das Armas, Pedro II e áreas do Centro e dos bairros de Mangabeira e Cristo.

A promessa do prefeito Luciano Cartaxo, na época, era de revolucionar o conceito de mobilidade em João Pessoa. “Haverá mais conforto, acessibilidade e eficiência nos transportes públicos. Isso vai estimular as pessoas a deixarem o carro em casa e irem trabalhar de ônibus”, disse ele quando o projeto foi mostrado em 29 de agosto de 2014.

Veja o vídeo do projeto de BRT divulgado naquele ano pela prefeitura.

Reunião

O gestor da Semob-JP foi recebido pelo presidente da Casa, Marcos Vinícius (PSDB), e pelos representantes das comissões permanentes da Câmara Léo Bezerra (PSB), integrante da Comissão de Constituição, Justiça, Redação e Legislação Participativa (CCJRLP); Bispo José Luiz (PRB), presidente da Comissão de Finanças, Orçamento, Obras e Administração Pública (CFOOAP); e Marcos Henriques (PT), presidente da Comissão de Políticas Públicas (CPP); e pelo vereador Chico do Sindicato (Avante).

“Acertamos com o superintendente Adalberto Alves o retorno dele à nossa Casa, a fim de detalhar o projeto para os todos vereadores”, informou Marcos Vinícius. “Mobilidade Urbana é hoje o carro-chefe de qualquer cidade do país e todo debate nesse sentido, de facilitar a locomoção da população com rapidez e segurança, é muito bem-vindo”, acrescentou o presidente.

Compartilhe esta matéria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.