Guanabara recebe OK do Cade para operar linhas adquiridas da Penha

Por Focus – Nathália Bernardo
Imagem JC Barboza

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) emitiu parecer favorável à aquisição das operações da Nossa Senhora da Penha pela Expresso Guanabara. Com a decisão, a Guanabara, que tem sede em Fortaleza, passa a ser formalmente a maior empresa do Brasil no setor de transporte interestadual de passageiros. O despacho do Cade é de 10 de agosto.

A aquisição das operações da Penha já havia sido aprovada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Com o parecer favorável (sem restrições) também do Cade, a Guanabara passa à fase operacional com possível alterações de linhas e a execução de novos investimentos.

Focus.jor apurou que os investimentos nas aquisições das linhas da Penha superaram a casa dos R$ 12 milhões. No entanto, o maior investimento se dá na renovação da frota para operar os novos mercados. São mais R$ 25 milhões (com recursos próprios) que vão aumentar a frota da Guanabara para 430 ônibus na alta estação.

A Expresso Guanabara opera agora em 18 estados e mais o DF. São 2.300 funcionários na gestão de uma frota própria que roda 8 milhões de Km a cada mês. A idade média da frota é de 2,2 anos, a mais nova do Brasil.

A empresa mantém um case de sucesso com um programa de fidelidade, o Afetividade, que já alcançou 380.000 associados. A média mensal é de 650 mil bilhetes emitidos a cada mês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Este conteúdo é protegido.