Bilhetagem eletrônica potencializa performance do transporte coletivo urbano

Fonte: Terra Brasil
Foto: JC Barboza

DSC03083

Além de todas as vantagens já conhecidas sobre a tecnologia empregada ao sistema de transporte coletivo público, a bilhetagem eletrônica desenvolvida pela Transdata Smart – implementada, entre outros, nos ônibus da Região Metropolitana de Curitiba (RMC) – traz muitos benefícios tanto aos empresários quanto aos usuários.

Aos primeiros, a inibição da evasão de receita, graças à substituição do dinheiro embarcado por créditos eletrônicos. Também, permite ao empresário uma melhor gestão das tarifas cobradas em relação aos passageiros transportados. Isso ocorre devido à sistemática do processo: todos passageiros (sejam usuários comuns ou quem possui algum tipo de benefício), ao passarem pela catraca, registram seus cartões no validador.

Ao final do expediente, quando o ônibus chega na garagem, todos estes dados são descarregados e usados como base para a formatação de um completo relatório. “Com esta ferramenta em mãos, o empresário consegue ter uma visão macro de seu negócio, avaliando e reparando rapidamente eventuais disparidades”, explica Devanir Magrini, diretor comercial da Transdata Smart, principal empresa do Brasil no desenvolvimento de soluções integradas em ITS dedicadas à mobilidade urbana.

As vantagens estendidas aos usuários, por sua vez, podem ser facilmente percebidas no uso cotidiano do transporte. Em primeiro lugar, a evidente redução das filas, assegurada pelo embarque rápido devido à inexistência de troco na passagem. Outro fator importante é a redução de assaltos, pelo fato de não haver mais circulação de dinheiro vivo no interior dos ônibus. Dados divulgados em abril deste ano indicam uma queda de 16% nos assaltos em ônibus, terminais e estações-tubo do sistema de transportes de Curitiba e Região Metropolitana de 2014 para 2015.

Dos 3567 assaltos em terminais, estações-tubo e ônibus registrados em 2014, passou-se a 2995 assaltos no ano seguinte. “Este é um número que mostra o poder que a bilhetagem eletrônica possui de ampliar a segurança deste serviço público”, diz Magrini.

“Além de aprimorar nossa gestão e controle interno, a bilhetagem eletrônica traz benefícios diretos à própria comunidade, uma vez que colabora com a qualidade de vida e a segurança dos usuários do transporte público”, conclui Lessandro Zem, presidente da Metrocard, associação que congrega as empresas do transporte coletivo que atendem a Região Metropolitana de Curitiba (RMC).

Sobre a Transdata Smart – A Transdata Smart é a principal empresa do Brasil no desenvolvimento de soluções integradas em ITS dedicadas à mobilidade urbana. Dentre as tecnologias destacam-se a nova rede de vendas, rastreamento e gestão de Frota e o sistema de bilhetagem eletrônica com biometria facial. Sediada em Campinas (SP), e com filiais em Brasília (DF), Recife (PE) e Curitiba (PR), possui mais de 18 mil ônibus atendidos com suas soluções em todo o Brasil e em outros países da América Latina.

0 comentário em “Bilhetagem eletrônica potencializa performance do transporte coletivo urbano”

  1. Engenharia de Software - PB

    Só corrigindo à matéria, a fotografia que é mostrada na parte interna do Ônibus acima, onde mostra o validador de cor amarela, não tem nada a ver com à Empresa Transdata, e sim com à Empresa Pro Data ok. com matriz em Porto Alegre, e filial em São Paulo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
Como ficariam os ônibus urbanos da Itapemirim? Relíquias do Museu da Itapemirim O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental O Apache Vip na frota metropolitana da Grande João Pessoa O Apache Vip na frota municipal de João Pessoa Apache Vip da Util Renovação de frota na Boa Esperança