Porto Alegre: Cores de novos ônibus são invertidas para homenagear Grêmio e Inter

Fonte: G1 Rio Grande do Sul
Fotos: Jovani Cecchin
Quando foi anunciada a mudança na frota de ônibus
em Porto Alegre, com uma cor diferente de veículo para cada região, o
azul trafegaria na Zona Sul da capital, e o vermelho na Zona Norte.

Agora, a prefeitura decidiu fazer uma inversão. Os coletivos que
circulam na área onde fica a Arena do Grêmio, na Zona Norte da cidade,
terão a cor azul. Já os da região do Beira-Rio, na Zona Sul, serão
vermelhos.
“Em homenagem aos nossos dois grandes clubes”, definiu o prefeito José
Fortunati durante vistoria aos novos ônibus adquiridos pelas vencedoras
da licitação do transporte coletivo, na última quarta-feira (6).
A nova frota deve entrar em operação ainda no primeiro semestre. Ao
todo, as empresas de ônibus de Porto Alegre adquiriram 293 ônibus, sendo
208 produzidos pela Marcopolo em Caxias do Sul, onde ocorreu a visita
técnica.
Conforme a prefeitura, a indústria está em férias coletivas, mas
manteve 1,5 mil trabalhadores na linha de produção para atender a
demanda. A direção da Marcopolo garante que todos os ônibus serão
entregues até o dia 5 de fevereiro. Cerca de 90% deles terão
ar-condicionado.

O layout dos novos ônibus será diferente dos atuais, com as bacias
diferenciadas por cores. Além do azul, agora na Zona Norte, e o vermelho
na Zona Sul, a Zona Leste terá a cor verde. Já as linhas transversais
da Companhia Carris serão da cor ocre.

De acordo com a prefeitura, a identidade visual foi elaborada para
melhor orientar a população. Os letreiros dos veículos serão digitais
com o nome e número das linhas. Na lateral, os ônibus terão a inscrição:
“Cidade de Porto Alegre”.
O edital, publicado no Diário Oficial de Porto Alegre (Dopa) em 6 de
maio de 2015, aberto também às empresas internacionais, foi dividido em
seis lotes para prestação do serviço por 20 anos, e teve as propostas
entregues em 6 de julho.
O documento prevê a ampliação gradual de ar-condicionado na frota, para
não pesar no preço da tarifa. No prazo máximo de 10 anos, 100% da frota
terá ar-condicionado, sendo 25% já no primeiro ano, em todos os lotes
das bacias, segundo o documento.
A licitação definiu ainda previsão de acessibilidade em toda a frota;
diminuição da ocupação para quatro pessoas por metro quadrado; a criação
do Sistema de Qualidade de Serviço, para analisar o atendimento à
população, podendo resultar em penalizações para as empresas; e
instalação de GPS em toda a frota, entre outros.
Na data em que foi homologado o resultado da licitação, em outubro de
2015, o prefeito José Fortunati afirmou que a tarifa só deve ser
reajustada uma vez em 2016. O edital prevê que o valos proposto por cada
lote será reajustado de acordo com o Índice de Preço ao Consumidor
Amplo (IPCA), entre a data da proposta (6 de julho) e a data do início
dos serviços.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
A nova linha Marcopolo G8 Paradiso DD Rota Transportes com soluções Marcopolo BioSafe Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 06/2021 O novo Apache Vip Os raros El Buss da Gontijo Como ficariam os ônibus urbanos da Itapemirim? Relíquias do Museu da Itapemirim O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental O Apache Vip na frota metropolitana da Grande João Pessoa