Os articulados de Natal

Fonte: RN Ônibus Clube
Fotos: Acervo RN Ônibus Clube / Rodrigo Gomes / Danilo Vitorino



Presente no sistema de transporte de diversas cidades brasileiras, o ônibus articulado (ou sanfonado) se destaca por sua imponência, junto à capacidade de transportar uma grande quantidade de pessoas.

Nos últimos cinco anos, aproximadamente, com a implantação – e ampliação – do sistema BRT (Bus Rapid Transit ou Transporte Rápido por Ônibus), cada vez mais cidades do Brasil passaram a contar com veículos de grande porte, proporcionando uma melhora na mobilidade urbana.
 
O sistema BRT é, portanto, uma ampliação do ônibus articulado – já que o configura dentro de um contexto de mobilidade urbana que favoreça sua locomoção.
 
Por enquanto, Natal (e região metropolitana) ainda não tem o BRT. Até mesmo as propostas são absolutamente vagas. Porém, um começo considerável são os veículos articulados, que já figuram entre os ônibus da nossa frota.
 
As primeiras unidades datam de 1992, quando a saudosa Viação Cidade do Sol trouxe dois veículos – um modelo para testes, e outro comprado pela empresa. Ambos faziam a linha 37 (Cidade Satélite/Rocas, Via Praça).


A chegada do veículo comprado pela empresa, modelo Ciferal Padron Rio, sob chassi B58, chamou atenção na cidade. Além de matérias publicadas nos jornais, anúncios publicitários e propaganda em outdoor apresentaram o veículo à população.


Pelo difícil cenário brasileiro da época, com altos índices de inflação e uma tarifa que já era considerada defasada, a empresa se desfez dos veículos. A partir daí, o sistema de transporte de Natal passou por um jejum de quase 20 anos, até que outro veículo articulado pudesse operar aqui. E aí vieram os dois sanfonados da Reunidas.


Presentes na frota atualmente, os carros 0840 e 0880, operam a principal linha da empresa, e uma das principais da cidade: 73 (Santarém/Ponta Negra). A ampla mobilidade do trajeto da linha e a gigante demanda colaboraram com a implantação dos veículos de grande porte – a linha também conta com cerca de seis veículos trucados.


Mais recentemente foi a vez da empresa Trampolim da Vitória também trazer articulados para o nosso sistema. Neste caso, o sistema metropolitano, já que a empresa opera linhas dos municípios vizinhos.
 
Os carros fazem parte de uma renovação com vários ônibus seminovos, vindo das empresas Itamaracá e Cidade Alta, de Pernambuco, acionárias da Trampolim, e operam a linha J (Parnamirim/Natal, via Passagem de Areia/Rodoviária). O intuito da empresa é manter o número de passageiros transportados nas linhas, diminuindo o número de veículos, assim, gerando economia.


Ainda relacionado a Trampolim, há informações não oficiais que seu mesmo grupo acionário também pretende levar dois veículos articulados para testes na empresa Conceição, que opera linhas urbanas em Natal.

Assim como a implantação do BRT, ou ao menos a criação de corredores exclusivos para ônibus, irá viabilizar muito mais veículos de grande porte ao nosso sistema. Nos resta aguardar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
Como ficariam os ônibus urbanos da Itapemirim? Relíquias do Museu da Itapemirim O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental O Apache Vip na frota metropolitana da Grande João Pessoa O Apache Vip na frota municipal de João Pessoa Apache Vip da Util Renovação de frota na Boa Esperança