Linha de ônibus é extinta e outra sofre alteração em João Pessoa; veja mudanças

Fonte: Portal Correio
Foto: JC Barboza

Os usuários das linhas de ônibus 116 (Colinas do Sul) e 114 (Funcionários IV), em João Pessoa, devem ficar atentos para as mudanças que passam a valer a partir deste domingo (21).

As viagens feitas pela linha 114 passarão a ser prestadas pela linha 116, respeitando o itinerário que já vem sendo realizado pela linha que será extinta. Com isso, a linha 116 que operava com cinco ônibus e fazendo 45 viagens, passa a operar com 10 veículos fazendo 90 viagens, suprindo a necessidade da população.

A frota que fará a cobertura das áreas vai continuar atuando com duas rotas distintas. Parte deles seguirá o que já vem sendo feito pela linha 116, que passa pelo Colinas do Sul, Gervásio Maia, Presidente Médici, Centro e Cruz das Armas. No retorno da viagem, ele segue o trajeto contrário.

Já o resto da frota seguirá o itinerário antes feito pela linha 114, que compreende o Colinas do Sul, Gervásio Maia, Funcionários IV, Cruz das Armas e Centro. No sentido Centro/Bairro, eles vão continuar trafegando pela BR-230 (Macro) e Conjunto Esplanada.

A Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob) informou que as modificações feitas nas linhas de ônibus continuarão sendo monitoradas e para qualquer dúvida, o usuário de transporte coletivo deve entrar em contato com a Central de Atendimento da Autarquia, por meio dos números: 0800 281 1518 / 3218 9330 / 3218 9336.

0 comentário em “Linha de ônibus é extinta e outra sofre alteração em João Pessoa; veja mudanças”

  1. Creio que essa espécie de unificação não dará certo, pois ficará "gato por lebre", pois não se vê nenhum aumento de frota na região.O ideal, na minha opinião, seria a ampliação de frota de ambas as linhas e uma alteração na linha 114. No caso da 116, manteria o mesmo itinerário, aumentando apenas o número de carros, que o ideal seria uns 10 a 12 para suprir a demanda da região.No caso da 114, além de aumentar a frota (voltar para 8, como era antes), fazia-se necessário uma alteração na rota, como nos exemplos a seguir:1º Voltar ao percurso original, ou seja, sua ida para o Centro pelo Esplanada (neste caso, o retorno seria no Geisel, uma vez que, na época em que ia pelo Esplanada, a rodovia não era duplicada). Neste caso, deixaria de atender aos bairros Ernani Satyro e Costa e Silva.2º Para não fazer o retorno no Geisel, o mesmo poderia trafegar pela rua Cel João da Costa e Silva (rua que fica por trás da garagem da São Jorge), deixando assim de atender a parte do Ernani Satyro e ao bairro Costa e Silva. Isso diminuiria a distância dos moradores do Colinas do Sul ao Centro da Cidade. E por fim, a linha 102 poderia ter sua frota ampliada para atender melhor o Costa e Silva e Ernani Satyro. Sairia dos atuais 4 carros passando para 7 ou 8 carros.

    1. Realmente as sugestões do colega são melhores que a fusão “gato por lembre” da Santa Maria. No entanto, o obstáculo a ser vencido é a gestão de transporte urbano de nossa cidade. Infelizmente quem aprova uma coisa deste tipo não anda de ônibus e aparentemente não pensa nos usuários em primeiro lugar. Manter as duas linhas com alterações pontuais para encurtar a ida ao Centro é uma alternativa inteligente e sensata. Vamos esperar para ver no que vai dá esta alteração esdrúxula.

  2. Creio que essa espécie de unificação não dará certo, pois ficará "gato por lebre", pois não se vê nenhum aumento de frota na região.O ideal, na minha opinião, seria a ampliação de frota de ambas as linhas e uma alteração na linha 114. No caso da 116, manteria o mesmo itinerário, aumentando apenas o número de carros, que o ideal seria uns 10 a 12 para suprir a demanda da região.No caso da 114, além de aumentar a frota (voltar para 8, como era antes), fazia-se necessário uma alteração na rota, como nos exemplos a seguir:1º Voltar ao percurso original, ou seja, sua ida para o Centro pelo Esplanada (neste caso, o retorno seria no Geisel, uma vez que, na época em que ia pelo Esplanada, a rodovia não era duplicada). Neste caso, deixaria de atender aos bairros Ernani Satyro e Costa e Silva.2º Para não fazer o retorno no Geisel, o mesmo poderia trafegar pela rua Cel João da Costa e Silva (rua que fica por trás da garagem da São Jorge), deixando assim de atender a parte do Ernani Satyro e ao bairro Costa e Silva. Isso diminuiria a distância dos moradores do Colinas do Sul ao Centro da Cidade. E por fim, a linha 102 poderia ter sua frota ampliada para atender melhor o Costa e Silva e Ernani Satyro. Sairia dos atuais 4 carros passando para 7 ou 8 carros.

    1. Realmente as sugestões do colega são melhores que a fusão “gato por lembre” da Santa Maria. No entanto, o obstáculo a ser vencido é a gestão de transporte urbano de nossa cidade. Infelizmente quem aprova uma coisa deste tipo não anda de ônibus e aparentemente não pensa nos usuários em primeiro lugar. Manter as duas linhas com alterações pontuais para encurtar a ida ao Centro é uma alternativa inteligente e sensata. Vamos esperar para ver no que vai dá esta alteração esdrúxula.

  3. Uma coisa que vejo como sendo total desorganização em mobilidade urbana em João Pessoa é esta tendência de coexistirem linhas com trajetos diferentes com o mesmo prefixo. Se as linhas possuem trajetos distintos, o correto é usar códigos diferentes.

  4. Uma coisa que vejo como sendo total desorganização em mobilidade urbana em João Pessoa é esta tendência de coexistirem linhas com trajetos diferentes com o mesmo prefixo. Se as linhas possuem trajetos distintos, o correto é usar códigos diferentes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
Busscar Vissta Buss DD da Auto Viação Catarinense A nova linha Marcopolo G8 Paradiso DD Rota Transportes com soluções Marcopolo BioSafe Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 06/2021 O novo Apache Vip Os raros El Buss da Gontijo Como ficariam os ônibus urbanos da Itapemirim? Relíquias do Museu da Itapemirim O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental