Problemas no transporte universitário em Araçagi

Fonte: Portal Araçagi

Matéria / Texto: Márcio Vandeilson
Fotos: Divulgação
 
O tempo passa, as
administrações passam, mas os problemas infelizmente continuam na questão do
transporte dos universitários araçagienses. Nos últimos anos são inúmeros casos
de desrespeito e humilhação que esses acadêmicos sofrem por parte do poder
público municipal, questões tão simples de se resolverem tomam rumos
inimagináveis e absurdos, prejudicando apenas a vida dos alunos que serão na
luta diária para conseguir um futuro digno com a conclusão dos seus cursos.

A Prefeitura de Araçagi,
incluindo a atual administração e algumas anteriores, teima em priorizar os
estudantes das escolas particulares, essa história é bastante antiga, mas é
lamentável que isso ainda continue acontecendo em nossa cidade. Nesta matéria
vamos relatar alguns fatos que provam esse descaso com os universitários de
Araçagi.
Ônibus sem combustível?
Na tarde desta última
sexta-feira (16) aconteceu o fato mais recente, o ônibus da Prefeitura que é
utilizado para realizar o transporte dos alunos araçagienses que estudam nas
escolas particulares de Guarabira e ao mesmo tempo transporta os universitários
que estudam no Campus III da UEPB na mesma cidade, deixou todos os estudantes
nas portas das instituições de ensino privado, porém na hora de deixar os
acadêmicos na UEPB o motorista se recusou a conduzir os mesmos até a porta da
referida universidade, segundo ele o ônibus estava com o combustível se
esgotando e não iria arriscar, desta forma os alunos da faculdade foram
deixados a uma distância razoável da instituição, sendo assim obrigados a
caminhar para chegarem ao destino final.
O curioso é que depois de
“abandonar” os universitários, o motorista se dirigiu até uma escola
particular, o Colégio Executico, que fica bem mais distante do que a faculdade,
e antes. Não se sabe se realmente o veículo estava com pouco combustível, o que
se sabe é que depois do desembarque o ônibus retornou para Araçagi, percorrendo
uma distância de 15km. Será que o combustível estava acabando? Será que ele
voltou para Araçagi na famosa “banguela”? Será que o motorista usou
de má fé? Fica aí as perguntas no ar!
O fato causou e está
causando bastante polêmica na rede social Facebook, isso depois que um dos
alunos prejudicados fez uma postagem relatando o ocorrido, muitos internautas
estão revoltados com a situação e dizem apoiar a causa dos universitários.
Sem ônibus mais uma vez
Os universitários de Araçagi
que estudam no Campus III da UEPB de Guarabira no período da tarde conseguiram,
depois de muitas lutas e reivindicações, um ônibus para buscá-los as 16h30min
de segunda a sexta, isso em virtude das suas aulas terminarem nesse horário e
não era correto esperar os alunos das escolas particulares saírem as 18h. Então
depois de muitas cobranças e humilhações, o ônibus foi assegurado pela atual
administração.
Infelizmente esse veículo
não é tão assegurado assim, e na sexta-feira (09) da semana passada, o ônibus
não foi buscar os referidos alunos em Guarabira, fazendo com que os mesmos
retornassem para Araçagi no outro ônibus, além de chegar mais tarde, os alunos
não contavam com outro problema, uma pequena colisão entre o veículo que
realizava o transporte e uma motocicleta ainda em Guarabira, fato que fez com
que alguns estudantes chegassem em casa as 20h30min.
O tempo passa e nada muda
Como já citamos,
universitário não tem vez em Araçagi, na administração passada, do ex-prefeito
Onildinho, esses mesmos alunos citados anteriormente foram algumas vezes
transportados em uma Kombi superlotada com 20 alunos, quando na verdade a
capacidade era 12 passageiros. Sem falar das inúmeras vezes que foram obrigados
a saírem da universidade e caminhar até o Centro de Guarabira, uma distância
enorme. Outras vezes o ônibus que levava os estudantes até Guarabira a tarde
realizava duas viagens por causa da grande quantidade de alunos das escolas da
rede privada, deixando os alunos da UEPB por último e fazendo com que os mesmos
perdessem as primeiras aulas.
E outro problema, antigo e
atual, quando não tem aula rede particular o ônibus não vai para a
universidade, é quase impossível o veículo ir sem que se faça uma solicitação
prévia perante os responsáveis pelos transportes da educação na cidade. São
tantos problemas atuais e antigos, são incontáveis e não cabem em uma só
matéria.
Transporte irregular?
Atualmente o transporte dos
universitários que estudam em Guarabira, Mamanguape, Rio Tinto e João Pessoa é
feito por alguns ônibus da Prefeitura Municipal, os veículos são do programa
“Caminho da Escola” do Governo Federal, até aí tudo normal, já que
esses veículos mais conhecidos como “amarelinhos” podem e devem
transportar estudantes de universidades. Conforme disposto no Artigo 5º da Lei
nº 12.816/2013, os municípios estão autorizados a utilizar o transporte escolar
municipal por estudantes universitários. O movimento em defesa do
transporte escolar municipal para os universitários originou-se no próprio
Estado da Paraíba.
O problema é que em Araçagi
esses ônibus, especificamente o que diariamente conduz os alunos para a cidade
de Guarabira, está sendo usado há alguns anos para fazer o transporte de
estudantes de escolas particulares, segundo a nossa redação apurou esse fato é
ilegal, pois os “amarelinhos” são destinados para o transporte de
alunos da rede pública de ensino.
Como o privilégio é sempre
dos estudantes da rede particular, os universitários são transportados como se
estivessem pegando carona em um veículo que era para ser único e exclusivo
deles, e ainda sendo obrigados a irem em pé. quando sobra lugar ninguém pode
sentar, porque certamente a poltrona ou está suja de ovos e farinha de trigo
por causa das “homenagens” feitas pelos alunos das escolas
particulares do período da manhã quando alguém faz aniversário, ou então estão
sujas de vômito. Sem contar que o ônibus tem uma das janelas quebradas, então
quando chove é certo você se molhar mesmo dentro dele, e para finalizar tem o
problema da porta que está quebrada há quase um ano e só abre e fecha com a
força manual mesmo, um perigo enorme já que o ônibus quase sempre viaja
superlotado.
Para se ter uma ideia, até
nos sábados é disponibilizado um ônibus para levar os alunos para as escolas
particulares de Guarabira. E sempre é um veículo do projeto “Caminho da
Escola”.
Universitários do Campus IV
da UFPB também são prejudicados
Na última quarta-feira (14)
os araçagienses que estudam no Campus IV da UFPB em Mamanguape no período da
noite também sentiram na pele a falta de respeito com os universitários. Alguns
alunos nos relataram e até enviaram imagens do descaso, segundo eles o ônibus
da Prefeitura que realiza o transporte deles diariamente encontra-se com uma
janela quebrada, o fato se agravou por causa que nesse dia chovia bastante e os
estudantes tiveram que improvisar uma cortina para a janela na tentativa de
conter a água da chuva que caía dentro do ônibus molhando a maioria dos que
estavam presenciado o fato lamentável.
O mais impressionante foi
que durante o percurso, sem saber o que fazer para reverter a situação, os
acadêmicos abriram os seus guarda-chuvas para não se molharem com a água da
chuva que teimava em invadir o interior do ônibus em virtude da janela
quebrada.
Outro fato relatado pelos
universitários foi que as poltronas sempre ficam sujas de lama quando chove, o
motivo do problema segundo eles são os alunos da rede municipal que usam o
referido transporte durante o dia, eles pisam na lama antes de entrar no ônibus
e em vez de sentarem nas poltronas, eles ficam em pé em cima delas e acabam
sujando tudo. Esse fato também ocorre com o ônibus que transporta os estudantes
para Guarabira, só que nesse caso os culpados são os alunos da rede particular.
Veja a seguir as fotos que
foram enviadas pelos alunos via WhatssApp para a nossa redação:
Os universitários esperam
que esses problemas não voltem a se repetir, que a atual administração e as
outras futuras possam olhar para os alunos do ensino superior com um olhar de
incentivo, apoio e contribuição na vida acadêmica de cada um.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
Como ficariam os ônibus urbanos da Itapemirim? Relíquias do Museu da Itapemirim O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental O Apache Vip na frota metropolitana da Grande João Pessoa O Apache Vip na frota municipal de João Pessoa Apache Vip da Util Renovação de frota na Boa Esperança