Ônibus Paraibanos

‘Operação Ônibus Seguro’ em João Pessoa tranquiliza sociedade

Fonte: News Comunicação
Foto: Paulo Rafael Viana
A decisão da Polícia Militar do Estado da Paraíba de
intensificar o número de rondas e abordagens nos transportes coletivos em João
Pessoa, a partir da Operação Ônibus Seguro, está sendo comemorada pela
sociedade pessoense.  Com o objetivo de interceptar suspeitos e assim
garantir a tranquilidade da população, a iniciativa visa coibir a ocorrência de
assaltos e roubos, que se intensificou nos últimos dias. “Essa é a maneira mais
eficiente de combater a criminalidade, que já vi. Seria bom que acontecessem
todos os dias”, sugeriu o vendedor Alex Rodrigo Barros, de 27 anos, morador do
Ernany Sátyro.

Para Alex Barros, apesar de nunca ter sido assaltado no
ônibus, o trabalho da polícia militar é muito importante, tendo em vista que
não existe um controle de quem entra ou sai dos veículos. “Na verdade, não
sabemos quem está sentado ao lado, que, de repente, pode ser um assaltante”,
frisou o vendedor, que utiliza com mais frequência às linhas 101 e 102 da empresa
Unitrans, afirmando não se importar em ser revistado durante a ‘Operação Ônibus
Seguro’.
Já a aposentada Laura Gomes Cavalcanti, de 64 anos, não
teve tanta sorte como o vendedor Alex Barros, e presenciou um assalto no
ônibus. “Fiquei muito assustada, mesmo não sendo comigo, pois o bandido estava
com um revólver!”, relatou a passageira que mora no bairro da Torre e utiliza a
linha 402, da Reunidas. “Bom seria se tivesse policial em todos os ônibus”,
brincou Laura Gomes, que também é a favor da operação feita por policiais
militares nos transportes públicos. “Quando eles entram, vou logo escancarando
a minha bolsa para que eles não percam tempo e possam revistar o máximo de
pessoas”, acrescentou a aposentada.
“Confesso que tenho medo, apesar de nunca ter sofrido
violência. A gente escuta cada história. Ainda bem que a polícia está alerta.”,
a declaração foi da estudante pré-vestibulanda, Luzia Dias Amorim, de 26 anos,
que mora no Bairro dos Ipês e é deficiente visual. “Graças a Deus nunca
assaltaram o ônibus em que eu estava”, disse aliviada a estudante,
acrescentando, num entanto, que já presenciou a Operação Ônibus Seguro e aprova
a iniciativa que garante a integridade dos passageiros e, principalmente,
daqueles que tem limitações físicas, a exemplo dela.
Além da aprovação da sociedade pessoense, a ação
preventiva da Polícia Militar – Operação Ônibus Seguro- conta com a
concordância da Associação das Empresas de Transportes Coletivos Urbanos de
João Pessoa (AETC-JP), que também almeja o fim dos casos de violência nos
transportes públicos. “A expectativa é de que, com a ação, o sentimento de paz
e tranquilidade seja reestabelecido em João Pessoa”, afirmou o diretor
institucional da entidade, Mário Tourinho, lembrando, que a população pode
ajudar de duas maneiras: utilizando o serviço da Polícia Militar – Disque 190 –
para informar a presença de pessoas suspeitas nos ônibus ou diminuindo o volume
de dinheiro circulante nos ônibus, através da adesão ao Cartão Passe Legal. “A
bilhetagem eletrônica diminui muito o fluxo de dinheiro nos veículos, que é um
dos grandes atrativos para os assaltantes”, concluiu o dirigente da AETC.
Compartilhe esta matéria
ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.