Ônibus Paraibanos

Conhecendo as linhas: João Pessoa x Princesa Isabel

Fonte: Portal Ônibus Paraibanos
Matéria / Texto: Kristofer Oliveira / Philippe Figueiredo
Fotos: Acervo Paraíba Bus Team

A cidade de Princesa Isabel situa-se a 430 km de
distância da capital paraibana e possui uma população estimada em mais de 20
mil habitantes. Localiza-se no sertão paraibano, na microrregião da Serra de
Teixeira, a 683 metros de altitude. Faz fronteira com as cidades pernambucanas
de Triunfo, Quixaba e Flores, e as paraibanas Tavares, Manaíra, Nova Olinda,
Pedra Branca e Boa Ventura.

Atualmente Princesa Isabel comunga de paz, mas nem
sempre foi assim. O antigo presidente paraibano que deu nome a capital após a
sua morte, João Pessoa, foi adversário políticoisfeito com as medidas administrativas
do governo paraibano, inflou um movimento que culminou no Território Livre de
Princesa, em 1930, separando-se da Paraíba e ficando subordinado ao governo
federal, sendo este o pontapé inicial da Revolução de 30.

Empresas que já
atuaram na linha
A Patoense foi a primeira empresa a operar esta linha,
no fim dos anos 60.

Posteriormente, quando a Patoense foi negociada com a
Transparaíba, esta assumiu a linha, mantendo sua operação até o início dos anos
90, quando a negociou com a Nacional de Luxo, que desde então opera a linha.

Curiosamente, atualmente linha abrange outras cidades
que já teve linha exclusiva no passado, na qual se encontram extintas ou que só
são operadas sazonalmente, na véspera de festividades importantes quando a
demanda da “linha matriz” aumenta consideravelmente. Neste caso, nos referimos
da linha João Pessoa x Taperoá, que já foi operada pela Patoense e Transparaíba
e que não existe mais, e na João Pessoa x Teixeira, também operada no passado
por ambas as empresas extintas, e que é operada ocasionalmente pela Nacional.

Compartilhe esta matéria
ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.