Série histórica: Terminais e pontos de apoio desativados

Fonte: Rota Bus PB
Matéria/Texto: Kristofer Oliveira
Fotos; Acervo Paraíba Bus Team

Assim como
os passageiros de ônibus estão apenas de passagem, determinados terminais e
pontos de apoio também são passageiros, uma vez que o dinamismo e o crescimento
da cidade pode ocasionar em  mudanças. É visível que determinados
terminais funcionavam no passado,  eram de suma importância, mas ao passar
do tempo, pode ñ mais atender as necessidades de outrora e precisa ser
relocado, ou, desativado. Nessa nova série tratarei dessa temática,
dividida em três parte…terminais e pontos de apoio; garagens desativadas; e
por fim, uma postagem especial da antiga rodoviária pessoense. Antes de tudo, quero deixar bem claro que ñ
abordarei todos os terminais ou garagens nessa situação, mas boa parte delas.



Praça Álvaro Machado



Imagem de
1936 em frente ao antigo Porto do Capim, no Varadouro. Pode ser considerada a
1ª rodoviária pessoense. Os “sopas” partiam daí para o interior do
estado transportando os passageiros que chegavam a capital paraibana através do
porto.
Imagem dos
anos 70 no local. Conforme descrito na série historica dos anos 70, os ônibus
urbanos tinham como terminais e pontos de apoio esse perímetro do centro
pessoense.
CBTU 
O local atualmente servindo como feira de carros
O local
serviu por um tempo como ponto de apoio das linhas interurbanas do litoral sul
da Boa Viagem. Ainda é possível ver parte do patrimônio da BV abandonado no
bairro do Varadouro como demonstra a imagem.
 



Terminal de Integração do Varadouro
 
O local no
passado era ponto de apoio de quase todas as empresas urbanas e interurbanas.
Até nos anos 90 era comum ver aos sábados, domingos e feriados os cobradores
descerem e darem a nota da última viagem ao fiscal de plantão, uma vez que em
terminais de bairros com apenas uma linha ñ tinha fiscal…e ainda hj é assim.
O local
atualmente.



Terminal da linha Tambaú / Cabo Branco
Até os anos
70, o terminal da linha que ligava o Cabo Branco e Tambaú ao centro, via João
Agripino, operada pela Viação 1º de Maio, se situava na praia de Tambaú. Antes
de ser vendida para a Viação Senhor do Bonfim, a 1º de Maio transferiu o
terminal da linha para Manaíra.
 
O local do
antigo terminal



Terminal da linha Novaes


O Bairro
dos Novaes até parte dos anos 80 tinha uma linha própria, operada pela Etur. A
linha foi absorvida pela 108 – Alto do Mateus quando ainda esta pertencia a
Etur. O local antes era um terreno, já foi uma residência e atualmente estão
construindo um galpão. O terminal era no fim da rua Zulmira dos Novaes.



Terminal do Bus Shopping


A
Transnacional em parceria com o Manaíra Shopping disponibilizava um ônibus
gratuito na Lagoa para transportar os consumidores até a “meca do
consumismo pessoense”. Facilitava bastante o deslocamento de populares
oriundos de bairros pefiréricos que ñ possuiam linha de ônibus até o
empreendimento. Durou até 2004 após o TIV entrar em operação.
O local
atualmente.



Antigo terminal do Mercado de
Mangabeira
O mercado
no passado serviu de terminal da linha 209, que foi desativado em meados de
1997. Normalmente os ônibus ficavam estacionados nesse lado esquerdo da imagem.



Antigos terminais da linha 507


A maior
linha pessoense em quantidade de ônibus era privilegiada por ter o seu terminal
no passado em um dos pontos mais belo do litoral paraibano situado na praia do
Cabo Branco. Atualmente o local serve de estacionamento para um restaurante.
Após o terminal ser retirado do local anterior, passou alguns anos na
esquina da famosa Rua da Mata, antes de ser transferido para o atual local
próximo a Estação Ciência. A casa de apoio foi remolido, possivelmente após
denúncias de que o local estava servido de ponto para prostituição e consumo de
drogas. Ou talvez, alguma construtora comprou o terreno e pretende construir um
edifício.

Antigo
terminal das linhas 209, 302, 514, 5603 e I002
No mês de
janeiro desse ano esse terminal no Cidade Verde foi desativado e transferido
para um situado dentro de outro ponto do bairro. Na imagem, ele estava no seu
penúltimo dia de operação.


Antigo terminal da 201 na Unipê


A linha 201
da Transnacional passou uma parte dos anos 90 com o seu terminal funcionando
dentro da maior instituiçao paraibana privada de ensino superior antes de ser
transferido para o Shopping Sul no Bancários. 



Antigo terminal da 510


A linha de
Tambaú, que tem o seu terminal dentro do bairro do Bessa, passou os seus
melhores momentos de existência com esse terminal nas proximidades do Lucy.
Também as linhas 521 e as opcionais 510 e 601 tiveram o seu terminal aí. Foi
desativado em 2009 quando a 510 teve o seu terminal transferido para o Val
Paraíso. A linha 521 no passado teve o seu terminal transferido para o Val
Paraíso, mas com a ida da 510 para lá, foi relocado para o Hiper Bompreço junto
da linha 511.


Antigo terminal da 302 e 518


No bairro
dos Bancários, as antigas linhas da Transnacional 302 e 518 tinham o seu
terminal nas proximidades do Shopping Sul.

Antigo terminal das linhas 102, 1510,
5110, 5100 e 1500


O Costa e
Silva no passado teve um grande terminal na beira da BR 101, mas após a
duplicação manter um terminal nesse local ficou perigoso, uma vez que diversos
veículos entravam de vez no bairro ao saírem da BR e se deparava com os ônibus
estacionados na esquina.



A primeira linha a
sair foi as da Setusa 1500 e 5100, relocado para o famoso Cajueiro, no Geisel.
Após, foi a vez da linha 5110, depois que Etur faliu e o que restou da família
Azevedo virou Boa Viagem, tendo o seu terminal relocado para outro ponto do
bairro.



A linha 102, que
era da Etur e após a falência da Etur foi vendida para a Reunidas, era a
linha-mestre desse terminal. Em 1996, após a linha 1510 ser relocada da
Transnacional para a Reunidas, o seu terminal saiu do Castelo Branco junto das
linhas 304 e 517 e passou a ficar junto da 102, uma vez que fazia parte do seu
itinerário. Mas como faltava espaço adequado nesse terminal, curiosamente a
1510 utilizava o recém-terminal da 101 e 114 nos Funcionários II para
manutenção emergencial.



Em 1997, com as
obras da duplicação da BR 230, no bairro do Esplanada, o retorno nas
proximidades da garagem da São Geraldo por onde a linha 102 tinha acesso para
ir ao centro foi fechado. Com isso, a linha teve que alterar o seu
itinerário…o mesmo aconteceu com a linha 114. 



Em 1998 o terminal
da linha 102 foi transferido para o Esplanada e a sua nomenclatura foi alterada
para Esplanada / Costa e Silva. No mesmo ano, a linha 1510 foi transferida para
o terminal da 101 e 114 nos Funcionários II, já que fazia parte do trajeto da
linha e ñ tinha sentido manter o terminal no Costa e Silva, além do terminal
dos Funcionários II ser de linhas da Reunidas.
Terminal da
linha 5110


O bairro do
Costa e Silva comportou o 2º terminal da linha 5110. No atual abrigo antes
tinha a casinha de apoio. Nessa parte do primeiro plano da imagem as melhores
máquinas da Boa Viagem repousaram. Esse terminal não durou muitos anos e no fim
dos anos 90 um novo foi construído no Geisel.



Antigo Terminal das linhas 1500 e 5100 
 
Para
finalizar, o terminal mais marcante da Setusa, o famoso Cajueiro, situado entre
o Geisel, que inspirou uma música funk que saudava os bons tempos da estatal.
Nos anos 80, foi terminal também da linha 106. Antes da estatal falir em 1996,
o terminal da 1500 e 5100 foi transferido para outro ponto do bairro, onde
permanece até hoje.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
Como ficariam os ônibus urbanos da Itapemirim? Relíquias do Museu da Itapemirim O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental O Apache Vip na frota metropolitana da Grande João Pessoa O Apache Vip na frota municipal de João Pessoa Apache Vip da Util Renovação de frota na Boa Esperança