Ônibus Paraibanos

Ciclistas acusam AETC-JP por acidentes no trânsito

Fonte: ClickPB
Matéria / Texto: Tayná Alexandre
Está previsto no artigo 201 do Código de Trânsito Brasileiro, mas, muitos motoristas desconhecem a lei n 9.503 de 1997 que afirma que “deixar de guardar a distância lateral de um metro e cinqüenta centímetros ao passar ou ultrapassar bicicleta” é infração média com penalidade de multa. Segundo o presidente do grupo Pedal Jampa, André Nascimento, a maior quantidade de acidentes é ocasionada pela falta de treinamento e instrução dos motoristas de ônibus no estado. Ele afirma que a maioria dos condutores desconhecem a lei que determina a distância mínima do veículo ao ciclista. Leiam mais!

“Nós já reivindicamos a AETC-JP um auxílio em campanha educativas há mais de um ano e nada foi feito”, desabafou o presidente. O grupo que tem intenção de pedalar e educar no trânsito solicita apoio do órgão para que os ciclistas fiquem mais seguros nas avenidas e ruas da cidade. De acordo com André Nascimento muitos paraibanos utilizam a bicicleta para ir ao trabalho, fazer compras e atividades corriqueiras e por este motivo, os ciclistas precisam de uma projeto de lei que seja sancionado, contou André.
O grupo vem fazendo campanhas nas redes sociais contra a falta de apoio da Prefeitura e da AETC-JP, solicitando maiores direitos para os adeptos das pedaladas. Nas redes – Um grupo de ciclistas de João Pessoa/PB vem se queixando frequentemente da ausência de preparação para os motoristas de ônibus na capital da Paraíba. Pela internet, perfis no Twitter e no Facebook mostram a indignação de que utiliza as “magrelas” como meio de transporte.
Para que se tenha uma ideia, o perfil Pedal Jampa responsabilizou diretamente diretor Executivo da AETC pelos erros dos motoristas de ônibus. “o senhor Mário Torinho da aetc jp-nada faz para educar os palhaços dos motoristas,que só vivem trancando os #ciclistas nas avenidas”, disse o internauta.
Compartilhe esta matéria
ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.