Ônibus Paraibanos

Mobilidade Urbana oferecerá conforto aos usuários de transportes públicos

Por PB Agora
“Não sei nada desse tal Caminho Livre, mas se for para aumentar o número de ônibus e reduzir o tempo que passo esperando nas paradas vai ser bom demais. O transporte facilitou muito a minha vida e das minhas filhas, quando viemos morar nesta cidade”. O relato é da empregada doméstica, Maria das Dores Simão, de 36 anos, que reside em Miramar, e está em pé na parada, aguardando o transporte coletivo há mais de 15 minutos. Apesar de não entender nada de mobilidade urbana, ela sabe quais são os principais problemas enfrentados pelos usuários de transporte coletivo de João Pessoa. Confiram aqui mais sobre os projetos de mobilidade urbana para João Pessoa.

Segundo levantamento da Superintendência de Transportes e Trânsito (STTrans), em média, 270 mil pessoas utilizam diariamente o transporte na cidade. Com a implantação do Plano de Mobilidade Urbana, que foi iniciado este ano, esses usuários terão um projeto sustentável para os próximos 30 anos, tudo isso através de uma moderna rede de transporte público, que vai priorizar a circulação dos ônibus nas principais vias e avenidas da Capital.
A primeira etapa do Plano de Mobilidade Urbana já está sendo colocada em prática, através do Projeto Caminho Livre que consiste no recapeamento e alargamento das avenidas, ampliação de binário e mudança na circulação dos veículos em algumas avenidas dos bairros Miramar, Castelo Branco e Bancários. Ainda dentro do projeto, também vão ocorrer intervenções nas Avenidas Epitácio Pessoa e Beira Rio, com alterações que vão se estender até o bairro do Centro. A previsão para conclusão das obras nos três primeiros bairros é para o final deste ano. Assim, como Maria das Dores, que trabalha nos Bancários, outros usuários vão perceber as primeiras mudanças em dezembro. Entre as alterações, há a mudança da Avenida Castelo Branco, sentido Miramar/UFPB, que passará a ser mão única, sendo via de retorno sentido Universidade Federal da Paraíba (UFPB)/Miramar, através da Rua Matos Cardoso.
Na maquete da prefeitura é possível ver como será a implantação do binário no bairro do Castelo Branco para reduzir congestionamentos. A Av. Castelo Branco sentido Miramar/UFPB passará a ser mão única e a via de retorno sentido UFPB/Miramar será pela Rua Matos Cardoso.
Com relação à Zona Sul da cidade, serão implantadas faixas exclusivas para o transporte público na Avenida Sérgio Guerra,no Conjunto dos Bancários, além de melhorar as vias paralelas através da criação de corredores alternativos para que o condutor possa trafegar pelo conjunto sem ter que utilizar a via principal. Essa mudança vai agilizar o fluxo de transporte no local, e diminuir o tempo de saída e chegada para os usuários também dos bairros interligados, como Mangabeira, Cidade Verde, Valentina Figueiredo e Colinas do Sul.

Já no bairro dos Bancários, é possível ver na maquete a implantação de uma faixa exclusiva para o transporte público na evenida principal, melhorando a circulação nas vias paralelas, criando alternativas para que o condutor possa trafegar pelo conjunto sem ter que utilizar a via principal.

De acordo com a secretária de Planejamento de João Pessoa, Estelizabel Bezerra, o projeto será concluído até no final de 2012. “O Plano de Mobilidade Urbana tem três grandes eixos. O primeiro, com recursos próprios, já estão em andamento os primeiros serviços no sistema binário dos Bancários/Castelo Branco, para isso estão sendo abertas avenidas e recapeamentos. Essa obra foi incluída em outros serviços da prefeitura e não tenho o valor exato dos serviços. Já os alargamentos na Epitácio Pessoa e Beira Rio estão orçados em R$ 3,3 milhões. O segundo eixo é através de recursos do Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD) e o terceiro eixo é através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da mobilidade”.

Compartilhe esta matéria
ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.