A presença da Neobus em João Pessoa

Por Ônibus Paraibanos com informações de Lexicar
Imagens Paulo Rafael Viana / Thiago Martins de Souza
/ Gilberto da Costa Junior / Kristofer Oliveira / Hermínio Barros

Marca comercial da San Marino Ônibus e Implementos Ltda., empresa fabricante de semi-reboques e componentes para a indústria automotiva fundada em 1991, em Caxias do Sul (RS), que em 1999 se concentrou na produção de carrocerias de ônibus ao assumir os negócios da paulista Neobus.

Esta, por sua vez, foi constituída em 1996, tendo como controladores os donos da falida Thamco, conhecida no mercado por seus negócios obscuros e muitas vezes pouco éticos. A participação dos controladores na criação da Neobus se deu através da cessão de parte da antiga fábrica Thamco de Guarulhos (SP), viabilizando um local onde a nova empresa pudesse instalar sua linha de montagem. (A propriedade, no entanto, estava hipotecada ao BNDES, com quem a Thamco estava inadimplente, situação que mais adiante viria a obrigar a empresa nascente a uma radical mudança de rumos.)

Apesar desta origem um tanto nebulosa, a Neobus logrou projetar e construir uma carroceria urbana de excelente qualidade, chamada Mega, que rapidamente se firmou no mercado, terminando o ano já com a produção de cerca de 60 unidades por mês. A receita deste sucesso estava no sócio minoritário da empresa – Jaime Pasini, ex-diretor da Marcopolo que, com apenas 1% do capital, foi o “mentor intelectual” do novo produto, articulando as equipes técnicas que projetaram a carroceria e colocaram-na em produção. Inspirado na “grande escola chamada Marcopolo”, em suas próprias palavras, produziu um veículo de personalidade própria que logo se impôs no mercado.

Em João Pessoa, a primeira unidade de um ônibus fabricado pela Neobus foi adquirido pela empresa Marcos da Silva. Com prefixo 0955 e motorização Mercedes-Benz OF-1620, chegou em 1997 e era filho único da frota. Como de praxe começou sua operação na linha 507. Em meados de 2000 teve sua pintura atualizada, assim como ocorreu com todos os componentes da frota.

Ficou na empresa até o fim de 2007 e sua última linha fixa foi a 003. Atualmente está no interior de Alagoas possivelmente com particular ou rural.

Quase todas as empresas que existiram no sistema de transpote público pessoense nos últimos 25 anos tiveram veículos fabricados pela encarroçadora gaúcha. Desde de o Mega I até o Mega IV, passando pelo Spectrum e Spectrum City. Apenas a Reunidas não teve veículos da Neobus.

De todas as gerações do modelo Mega, apenas a segunda versão (o Mega 2000), o Mega Plus e o New Mega não estiveram presentes nas frotas das empresas de transporte urbano de João Pessoa.

As únicas unidades ainda rodando regularmente no sistema são as que rodam pela Viação São Jorge. Fabricados no ano de 2010 e com chassi OF-1722M da Mercedes-Benz, eles chegaram inicialmente para o serviço de fretamento contínuo da empresa e posteriormente vieram para a operação de linhas em João Pessoa. As unidades são numeradas de 02012 à 02015.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Vissta Buss 360 da 1001 Torino da Turp Transporte Viação Águia Branca estreia o Marcopolo G8 Apache Vip V da Transportes Flores Apache Vip IV da Auto Viação Vera Cruz Viação Águia Branca recebe os primeiros Marcopolo G8 Apache Vip IV da Viação Araçatuba Novos chassis rodoviários Volvo para longas distâncias Apache Vip IV com a nova identidade da N.S. Penha As novidades da Opção Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 07/2021 Apache Vip V da 1001