Desembargador suspende nomeação de “cão de guarda” para Itapemirim

Por Veja
Imagem JC Barboza

O desembargador Azuma Nishi, do Tribunal de Justiça de São Paulo, suspendeu nesta sexta-feira a nomeação de um “cão de guarda” para a Itapemirim, empresa que está em recuperação judicial. O magistradoentendeu que esta é uma medida drástica demais e uma forte intervenção na administração da empresa, por isso quer que seja uma decisão do colegiado e não apenas sua ou do juiz da primeira instância.

O watchdog foi sugerido pelo administrador judicial como uma alternativa à destituição pura e simples que os credores queriam fazer do presidente e dono da empresa, Sidnei Piva. Mas Nishi entende que alguns credores sequer tem direito de fazer reclamações, pois entende que o plano de recuperação judicial está sendo cumprido.

O desembargador disse em sua decisão que é sabido que Piva está empenhando dinheiro da companhia em outras operações, como a empresa aérea recém-lançada, mas que são ações de gestão e que não há evidências de que estejam sendo nocivas para a recuperação judicial: “Ainda que se possa argumentar que tais condutas são reprováveis dentro do contexto da recuperação judicial, trata-se de atos puramente de gestão, de expansão de negócios, o que impede a ingerência dos credores, mormente em razão de o empresário permanecer na condução da atividade econômica”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Senior da PB Rio Apache Vip V da Viação Pendotiba Apache Vip V da N.S. Penha Vissta Buss 360 da 1001 Torino da Turp Transporte Viação Águia Branca estreia o Marcopolo G8 Apache Vip V da Transportes Flores Apache Vip IV da Auto Viação Vera Cruz Viação Águia Branca recebe os primeiros Marcopolo G8 Apache Vip IV da Viação Araçatuba Novos chassis rodoviários Volvo para longas distâncias Apache Vip IV com a nova identidade da N.S. Penha