Em 5 meses de Brasil, Gipsyy alcança 50% de crescimento na venda de passagens

Por Assessoria de imprensa
Imagens
Luís de Ricardo Brito

Tendo iniciado suas operações no Brasil em fevereiro de 2021, a startup europeia Gipsyy, que tem como diferencial o turismo verde e de baixíssimo custo, firmou parceria com mais empresas do segmento rodoviário: a Catedral e a Mota. Com isso, empresa passa a atender e interligar cidades do Nordeste (Natal, Maceió, Recife, Salvador, Alagoas, Aracaju), do Centro-Oeste (Brasília, Goiânia, Campo Grande), de São Paulo (Campinas, São José do Rio Preto, Ribeirão Preto), além de MG (Uberlândia, Uberaba). Em abril, a Gipsyy já havia iniciado o atendimento a linhas entre o Rio de Janeiro (RJ), MG e SP através da parceria com a UTIL.

Em apenas 5 meses de operação no país, a Gipsyy alcançou um crescimento de 50% na demanda de viagens. Rodrigo Dabbieri, Head da Gipsyy no Brasil comemora “70% das vendas de passagens de ônibus no Brasil já são digitais. Acreditamos que os resultados se devem à confiança do passageiro na volta às viagens com segurança”, explica. Diferentemente das plataformas de fretamento colaborativo ou do transporte clandestino, a Gipsyy atua somente em parceria com empresas de ônibus regulamentadas pela ANTT e que adotam rígidos protocolos sanitários para garantir deslocamentos seguros. A empresa vai investir R$ 15 milhões, este ano, no mercado brasileiro, projetando um crescimento de 40% para 2022. A meta é expandir as operações para mais de duas mil cidades em 21 estados.

A Gipsyy iniciou suas operações no Brasil com objetivo de incentivar os deslocamentos por ônibus, principalmente do público jovem, numa aposta na retomada das viagens internas. O setor rodoviário amarga ainda uma queda de 50% no movimento de passageiros, segundo dados da ABRATI – Associação Brasileira das Empresas de Transporte Terrestre de Passageiros, mas vai recuperando gradualmente o volume de viagens.

Na Europa, a Gipsyy, destina parte do valor das passagens a entidades mundialmente certificadas para neutralização das emissões de CO2 geradas pelas viagens, proporcionando uma experiência de ponta com um propósito ambiental. No Brasil o objetivo é tornar as viagens também mais sustentáveis. “Além disso, nos contratos com as empresas parceiras parte do valor pago às empresas será investido em causas ambientais e projetos de reflorestamento”, anuncia Rodrigo. A empresa, que atua nos mercados de Portugal e Espanha, pretende investir 3,5 milhões de euros para aumentar a oferta para 1.250 destinos mundiais em 2021. Em Portugal a parceria é com a Royal Express e conta com ofertas de viagens de longa distância para 44 cidades, entre as quais Lisboa, Porto, Sintra, Cascais, Faro, Fátima, Albufeira e Coimbra. Na Espanha também passou a operar nas cidades de Madrid, Sevilha, Zurique, Salamanca, Burgos, San Sebastián, Bordéus, Mâcon, Genebra, Lugano e Berna. A entrada no Brasil faz parte da meta de ampliação das operações em toda a América Latina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Vissta Buss 360 da 1001 Torino da Turp Transporte Viação Águia Branca estreia o Marcopolo G8 Apache Vip V da Transportes Flores Apache Vip IV da Auto Viação Vera Cruz Viação Águia Branca recebe os primeiros Marcopolo G8 Apache Vip IV da Viação Araçatuba Novos chassis rodoviários Volvo para longas distâncias Apache Vip IV com a nova identidade da N.S. Penha As novidades da Opção Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 07/2021 Apache Vip V da 1001