Mercedes-Benz do Brasil comemora 20 anos da linha O 500 de ônibus

Por Mercedes-Benz
Imagens Divulgação

No dia 5 de julho de 2001, a Mercedes-Benz do Brasil registrou o primeiro faturamento de um ônibus da linha O 500, um modelo O 500 U 1725/59. Aquela novidade elevava notavelmente o patamar de qualidade, tecnologia, conforto e segurança dos ônibus brasileiros. Duas décadas depois, mais de 70.000 unidades já foram produzidas na fábrica da Empresa em São Bernardo do Campo, na Região Metropolitana de São Paulo, atendendo tanto as demandas do mercado interno, quanto das exportações para a América Latina e outros continentes.

“Os ônibus O 500 são amplamente reconhecidos no mercado por seu alto padrão de confiabilidade e conforto graças a elementos como motor traseiro, suspensão totalmente pneumática, motores robustos, econômicos e compatíveis com o meio ambiente e trem de força harmônico e robusto”, diz Walter Barbosa, diretor de Vendas e Marketing Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil. “Além disso, são destaques também pelos diversos recursos de conforto de dirigibilidade para os motoristas e, principalmente, pelos vários itens de conforto e segurança a bordo, tanto para os passageiros, como para os condutores. Isso inclui, por exemplo, o controle eletrônico da suspensão pneumática e o sistema de ajoelhamento do ônibus, o que facilita o embarque e o desembarque, assegurando assim a acessibilidade e a mobilidade no transporte por ônibus”.

“A economia no consumo de combustível e o baixo custo operacional são outras grandes vantagens do O 500 oferecidas às empresas de transporte”, ressalta Walter Barbosa. “Dessa forma, contribuímos para a rentabilidade desejada e o sucesso dos nossos clientes”.

Soluções para transporte urbano e rodoviário

A linha O 500 oferece soluções para todas as demandas do transporte de passageiros. São ônibus convencionais e padron (para carroçarias até 13,2 metros), super padron (até 14 metros), articulados 6×2 (até 18 metros) e superarticulados 8×2 (até 23 metros), em versões com piso baixo ou piso alto. Esses modelos são indicados para o transporte coletivo urbano, sejam em linhas troncais de sistemas como BRT (Bus Rapid Transit), corredores e faixas exclusivas, como em vias alimentadoras e distribuidoras que interligam os bairros às regiões centrais.

Para o segmento rodoviário, o portfólio O 500 conta com vários modelos para curtas, médias e longas distâncias, bem como para fretamento e turismo. A oferta inclui de ônibus rodoviários 4×2 a modelos 6×2 e 8×2 aptos para carroçarias High Decker e Double Decker.

Referência em segurança ativa em ônibus rodoviários

Com o avanço das novas tecnologias, a marca Mercedes-Benz, com a linha O 500, foi tornando-se, cada vez mais, uma referência de mercado em segurança ativa para ônibus rodoviários. Recentemente, por exemplo, introduziu no Brasil o avançado ACC (piloto automático adaptativo).

Por meio de sensores na dianteira, o piloto automático adaptativo ajuda o motorista a manter o ônibus numa distância segura em relação ao veículo que vai à frente. Em uma situação de extrema emergência, se o condutor não reagir, o sistema entra em ação, freando automaticamente o veículo para evitar o impacto.

O piloto automático adaptativo reduz o risco de acidentes, trazendo mais segurança para os passageiros, motoristas e outros veículos da via. “Graças à atuação dos sensores, esse avançado sistema identifica os veículos à frente em até 200 metros, mesmo numa situação de neblina. Além disso, pelo fato de atuar automaticamente, o ACC alivia o stress do motorista, que pode se concentrar mais à condução e ao tráfego”, afirma Walter Barbosa.

Entre itens de série e opcionais, o pacote de tecnologia de segurança e de conforto dos ônibus rodoviários O 500 inclui ainda: AEBS – Advanced Emergency Braking System (sistema de frenagem de emergência), LDWS – Lane Departure Warning System (sistema de aviso de faixa), TPMS – Tyre Pressure Monitoring System (sistema de monitoramento da pressão e temperatura dos pneus), assistente de partida em rampa, Retarder (sistema auxiliar de freio), Top-Brake (freio-motor auxiliar), suspensão com sistema anti-tombamento, ABS (sistema anti-travamento), ASR (sistema de controle de tração), EBS (sistema eletrônico de freios), ECAS (suspensão pneumática controlada eletronicamente), ESP (controle eletrônico de estabilidade), eixo ERA direcional com foco em maior estabilidade, freios a disco e Power Mode, que oferece mais segurança em ultrapassagens.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
Busscar Vissta Buss DD da Auto Viação Catarinense A nova linha Marcopolo G8 Paradiso DD Rota Transportes com soluções Marcopolo BioSafe Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 06/2021 O novo Apache Vip Os raros El Buss da Gontijo Como ficariam os ônibus urbanos da Itapemirim? Relíquias do Museu da Itapemirim O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental