Viação São Pedro vai deixar de circular a partir da próxima quinta-feira (8)

Por O Dia
Imagens
Rodrigo Gomes

Os ônibus da Auto Viação São Pedro, pertencente ao Grupo Salineira, que atua no transporte público no município aldeense, na Região dos Lagos, vão deixar de circular definitivamente na cidade a partir de 8 de julho. Em nota emitida nesta sexta-feira (2), a empresa, que ainda detém a concessão do transporte público na cidade, confirmou que encerra as atividades “a partir da zero hora”.

Segundo a empresa, a Viação São Pedro tem sofrido uma concorrência “desleal e predatória”, que primeiramente obrigou a readequação de linhas e horários para continuar prestando os serviços, “priorizando a qualidade e eficiência do transporte coletivo” que atende às zonas rurais e urbanas da cidade.

Mas a situação foi agravada, conforme a Salineira, devido à pandemia da Covid-19, com uma diminuição drástica do número de passageiros, “o que comprometeu seriamente o sistema que possui altos custos”.

Um motorista da viação, que preferiu não ser identificado, afirmou que a empresa não tem lucro na cidade.

“Aqui em São Pedro é basicamente só gratuidade. Mais de 80% dos passageiros que viajam aqui são gratuitos. A linha que mais carrega aqui, roda o dia inteiro e fecha em R$ 400”, contou.

O Grupo Salineira informou que as linhas intermunicipais que circulam pela cidade continuarão funcionando normalmente.

Após o anúncio emitido pelo Grupo Salineira, nesta sexta-feira (2), afirmando que a Viação São Pedro não prestará mais serviços no município de São Pedro da Aldeia a partir do dia 8, o prefeito Fábio do Pastel (PL) se reuniu com alguns representantes da gestão municipal para esclarecer questionamentos à imprensa.

No encontro, realizado de maneira virtual, a prefeitura afirmou que entrou com uma ação com pedido de liminar para garantir o cumprimento de pelo menos 90 dias de concessão de serviço, que são garantidos no contrato com a empresa, para que o município possa se programar. O documento pede ainda a extensão desse período para que o governo municipal tenha tempo hábil para realizar uma licitação para a contratação de uma nova empresa que possa suprir o serviço de transporte público na cidade.

O prefeito disse que, assim como a população, eles também foram pegos de surpresa pelo anúncio do Grupo Salineira. “A empresa emitiu um ofício no dia 30 avisando que ia encerrar as atividades a partir do dia 8 e ‘ponto final’”.

Caso a empresa não cumpra o prazo, o contrato prevê uma multa de quase R$ 9 milhões por quebra parcial de contrato, o que significa 20% da concessão de mais de R$ 44 milhões.

A gestão Municipal está confiante que vai conseguir uma posição favorável na justiça e garante que a população não vai ficar sem transporte. Uma nova reunião para traçar alternativas aconteceu com os vereadores e uma live foi realizada na página oficial da Prefeitura, ainda na noite desta sexta-feira (2), para esclarecer os pontos para a população aldeense. Confira aqui. 

Em janeiro deste ano, o registro intermunicipal da Viação São Pedro da Aldeia havia sido cancelado pelo Detro-RJ, orgão que regula o transporte intermunicipal no estado. Veja clicando no link a seguir: https://onibusparaibanos.com/2021/01/22/detro-rj-cancela-registro-intermunicipal-da-viacao-sao-pedro-da-aldeia/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
Busscar Vissta Buss DD da Auto Viação Catarinense A nova linha Marcopolo G8 Paradiso DD Rota Transportes com soluções Marcopolo BioSafe Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 06/2021 O novo Apache Vip Os raros El Buss da Gontijo Como ficariam os ônibus urbanos da Itapemirim? Relíquias do Museu da Itapemirim O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental