A presença do Ciferal GLS Bus em Natal

Por Unibus RN
Imagens Acervo


A coluna Retrô apresenta hoje um dos maiores sucessos da marca “Ciferal” em Natal: a presença do “GLS Bus” nas empresas que operaram na capital potiguar e na região metropolitana. Não foram poucos! Há registro do modelo comercializado pela montadora carioca em diversas empresas locais.

O maior número de ônibus do modelo foi de veículos usados, comprado semi-novos pelas empresas locais. Entre os GLS que operaram em Natal e região metropolitana, ele esteve presente nas frotas da Cidade das Dunas, Guanabara, Pirangy, Via Sul, Trampolim da Vitória e Brandão.

Dentre todas as empresas, apenas a Cidade das Dunas fez a compra dos veículos novos, direto da fábrica. Tratava-se de veículos encarroçados em chassis Mercedes-Benz, Ford e Volkswagen, que operaram especialmente as duas principais linhas da viação a época: 33 – Cidade Satélite/Praia do Meio e 40 – Cidade Nova/Mãe Luíza.

Curiosamente, dois dos veículos que pertenceram a Cidade das Dunas foram comprados por uma outra empresa local, a Via Sul. Ao saírem de operação, no início dos anos 2000, a empresa optou pela compra dos veículos como forma de modernizar a frota que operava as linhas metropolitanas, da região de Cidade Verde, que a época contava com os veículos mais antigos da empresa. Além dos GLS Bus, a empresa incorporou unidades do “Alpha”, da montadora Caio, que também pertenceram a Cidade das Dunas.

Na Via Sul, os GLS receberam os prefixos 05083 e 05087, e permaneceram em operação até o ano de 2010, aproximadamente, quando deixaram a frota.

Em se tratando dos GLS Bus da Via Sul, há curiosidades relacionadas a cada um dos carros. Em relação ao 05083, que tinha chassi Mercedes-Benz OF 1618, chamava atenção a adaptação das lanternas traseiras que a empresa fez, possivelmente pela dificuldade em encontrar a peça original, já que a Ciferal passou a se concentrar na produção da Marcopolo. Assim, a Via Sul substituiu a luz traseira por um modelo adaptado.

Já o carro 05087 também se destacou como um dos poucos veículos da marca Volkswagen que fizeram parte da empresa. Além dele, há registro de alguns ônibus do modelo “Vitória”, da Caio, comprados 0 km no ano de 1993 que também fizeram parte da empresa.

Na maior viação do Rio Grande do Norte, a Guanabara, também tivemos a presença do GLS Bus. Por lá, foram ônibus usados da Paraíba que fizeram parte da frota da empresa, tendo chegado a Guanabara no início dos anos 2000, e permanecendo pouco tempo na frota. Em 2005, a maior parte deles já não mais operava.

Enquanto estiveram na ativa, eles operaram diversas linhas da Guanabara. Todos eles tinham chassis Mercedes-Benz OF 1620.

Um dos maiores destaques pela grande quantidade de veículos em sua frota, sem dúvida, fica por conta da Pirangy. Após passar a integrar o grupo empresarial da empresa Coesa, do Rio de Janeiro, a viação potiguar recebeu dezenas de unidades do GLS vindos de empresas cariocas.

Os GLS estiveram presente em praticamente todas as linhas da Pirangy, especialmente nas operações da Zona Sul e Leste. Por lá, os ônibus eram encarroçados com chassis Mercedes-Benz OF 1620.

Após a empresa ser vendida para a Reunidas, em 2001, nem um dos veículos foi aproveitado pela nova empresa. Durante o processo de transição, os veículos até chegaram a circular com o nome da nova viação adesivado, mas não foram pintados e integrados a frota da Reunidas – que substituiu os GLS Bus pelo “Torino”, da Marcopolo.

Quem também aderiu ao GLS Bus usado foi a empresa Trampolim da Vitória. Semelhante a Pirangy, as unidades também vieram do Rio de Janeiro, compradas de empresas cariocas, e permanecido por breve período, entre o final dos anos de 1990 e até meados de 2005

Na maior empresa da grande Natal, eles operaram, especialmente, a linha “D” (na época “Distrito Industrial/Natal”), e tinham chassis Mercedes-Benz OF-1620.

Houve ainda unidades do GLS Bus na empresa Brandão, que por anos operou a linha Ceará-Mirim/Natal. Infelizmente, ainda não há registros deles disponíveis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental O Apache Vip na frota metropolitana da Grande João Pessoa O Apache Vip na frota municipal de João Pessoa Apache Vip da Util Renovação de frota na Boa Esperança Novos Paradiso DD da Catedral Relembre os Alphas do intermunicipal paraibano