Viação Acari anuncia encerramento das atividades

Por O Dia
Imagens JC Barboza

A Viação Acari informou, na manhã desta quarta-feira que irá encerrar suas atividades definitivamente. A decisão foi informada à direção do Sindicato dos Rodoviários. Com o fechamento da empresa, já chega ao total de 12 empresas do setor de transportes que fecharam as portas nos últimos oito anos. De acordo com Sebastião José, presidente do sindicato, a entidade está aguardando somente a notificação oficial do fechamento para tomar as medidas judiciais para resguardar o direito dos cerca de 600 profissionais que trabalham na empresa.

“Infelizmente a Viação Acari já vem há cerca de três anos enfrentando uma enorme crise financeira, e com a pandemia de coronavírus essa situação só fez se agravar. Já havíamos ingressado com várias ações trabalhistas contra a empresa devido aos inúmeros acordos realizados e não cumpridos”, disse.

A Secretaria Municipal de Transportes (SMTR) informou que não foi notificada sobre a paralisação. Por meio do sistema de monitoramento via GPS, a SMTR ainda não identificou a redução da circulação de ônibus vinculados à Viação Acari. “Cabe ressaltar que o consórcio é responsável pela operação das linhas e pelo gerenciamento das empresas integrantes do grupo, que deverão cobrir os mesmos trajetos para não deixar os usuários desatendidos”, disse.

O Presidente do Sindicato disse que o objetivo do Sindicato é de garantir o pagamento de salários atrasados, décimo terceiro, cestas básicas e ticket refeição, além das rescisões contratuais estabelecidas por lei. O Sintraturb também informou que precisa saber quais empresas irão operar as linhas que não contarão mais com a operação da empresa para garantir a permanência dos trabalhadores em seus postos. 

A Rio Ônibus lamentou o fechamento de mais uma empresa de ônibus por causa do agravamento da crise econômica. “O transporte é atividade essencial para manutenção e retomada da economia. Mesmo diante do caos gerado pelo vírus da Covid-19, o setor não parou, e vem fazendo sua parte, encarando as incertezas e mantendo ativa a possibilidade de deslocamento da população. Porém, sem ajuda ou atendimento de nenhuma das esferas de Governo, congelamento de tarifas há quase 30 meses e a queda de 50% dos passageiros pagantes desde março do ano passado, empresas como a Viação Acari não conseguem se manter em atividade por absoluta falta de caixa. O que temos é um grande problema estrutural sistêmico que tende a levar outras empresas à mesma situação. É hora de dar vida ao debate amplo, envolvendo sociedade civil, Ministério Público, Judiciário e integrantes específicos dos poderes Executivo e Legislativo municipais”, afirmou o porta-voz da Rio Ônibus, Paulo Valente.

A viação, segundo o Sintraturb, tinha 150 ônibus na frota e operava na cidade do Rio há 59 anos. A empresa faz parte dos consórcios Internorte e Transcarioca, transportando diariamente cerca de 40 mil passageiros nos trajetos entre as Zonas Norte e Sul, além do Centro da cidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 08/2021 Senior da PB Rio Apache Vip V da Viação Pendotiba Apache Vip V da N.S. Penha Vissta Buss 360 da 1001 Torino da Turp Transporte Viação Águia Branca estreia o Marcopolo G8 Apache Vip V da Transportes Flores Apache Vip IV da Auto Viação Vera Cruz Viação Águia Branca recebe os primeiros Marcopolo G8 Apache Vip IV da Viação Araçatuba Novos chassis rodoviários Volvo para longas distâncias