Viação Acari anuncia encerramento das atividades

Por O Dia
Imagens JC Barboza

A Viação Acari informou, na manhã desta quarta-feira que irá encerrar suas atividades definitivamente. A decisão foi informada à direção do Sindicato dos Rodoviários. Com o fechamento da empresa, já chega ao total de 12 empresas do setor de transportes que fecharam as portas nos últimos oito anos. De acordo com Sebastião José, presidente do sindicato, a entidade está aguardando somente a notificação oficial do fechamento para tomar as medidas judiciais para resguardar o direito dos cerca de 600 profissionais que trabalham na empresa.

“Infelizmente a Viação Acari já vem há cerca de três anos enfrentando uma enorme crise financeira, e com a pandemia de coronavírus essa situação só fez se agravar. Já havíamos ingressado com várias ações trabalhistas contra a empresa devido aos inúmeros acordos realizados e não cumpridos”, disse.

A Secretaria Municipal de Transportes (SMTR) informou que não foi notificada sobre a paralisação. Por meio do sistema de monitoramento via GPS, a SMTR ainda não identificou a redução da circulação de ônibus vinculados à Viação Acari. “Cabe ressaltar que o consórcio é responsável pela operação das linhas e pelo gerenciamento das empresas integrantes do grupo, que deverão cobrir os mesmos trajetos para não deixar os usuários desatendidos”, disse.

O Presidente do Sindicato disse que o objetivo do Sindicato é de garantir o pagamento de salários atrasados, décimo terceiro, cestas básicas e ticket refeição, além das rescisões contratuais estabelecidas por lei. O Sintraturb também informou que precisa saber quais empresas irão operar as linhas que não contarão mais com a operação da empresa para garantir a permanência dos trabalhadores em seus postos. 

A Rio Ônibus lamentou o fechamento de mais uma empresa de ônibus por causa do agravamento da crise econômica. “O transporte é atividade essencial para manutenção e retomada da economia. Mesmo diante do caos gerado pelo vírus da Covid-19, o setor não parou, e vem fazendo sua parte, encarando as incertezas e mantendo ativa a possibilidade de deslocamento da população. Porém, sem ajuda ou atendimento de nenhuma das esferas de Governo, congelamento de tarifas há quase 30 meses e a queda de 50% dos passageiros pagantes desde março do ano passado, empresas como a Viação Acari não conseguem se manter em atividade por absoluta falta de caixa. O que temos é um grande problema estrutural sistêmico que tende a levar outras empresas à mesma situação. É hora de dar vida ao debate amplo, envolvendo sociedade civil, Ministério Público, Judiciário e integrantes específicos dos poderes Executivo e Legislativo municipais”, afirmou o porta-voz da Rio Ônibus, Paulo Valente.

A viação, segundo o Sintraturb, tinha 150 ônibus na frota e operava na cidade do Rio há 59 anos. A empresa faz parte dos consórcios Internorte e Transcarioca, transportando diariamente cerca de 40 mil passageiros nos trajetos entre as Zonas Norte e Sul, além do Centro da cidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
Montagens de modelos com o layout da Gontijo Um clássico com as cores do Flamengo São Paulo X Teresópolis com a Viação Águia Branca Dream Bus da Itapemirim em SP e Curitiba O ônibus da capa de Girl From Rio O último Citmax do sistema de Natal Apache Vip da FAOL no “Diretão” do BRT Rio O último Ciferal Líder do intermunicipal paraibano Ideale da Solazer Viaggio da Expresso Recreio