MPT quer inspeção em ônibus e mapeamento de fluxo de passageiros em João Pessoa

Por Portal Correio
Imagem Rodrigo Gomes

O Ministério Público do Trabalho (MPT) pediu, em audiência com a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob-JP) nessa quinta-feira (25), um relatório completo com informações sobre horários de pico, fluxo de passageiros e quantidade de pessoas transportadas em ônibus por hora.

O MPT também solicitou um mapeamento detalhado das linhas de ônibus urbanos da Capital. O levantamento deve conter dados a partir de janeiro e precisa ser entregue em até 10 dias úteis.

“O Ministério Público do Trabalho, em razão da grande quantidade de denúncias que vem recebendo sobre ônibus lotados, ouviu a Semob e requisitou uma série de documentos. Requisitamos auditorias para verificar se, além da questão da superlotação, os ônibus vêm sendo regularmente sanitizados”, informou o procurador Eduardo Varandas.

De acordo com o procurador, esses requerimentos são necessários para que o MPT entenda melhor a situação dos ônibus da Capital. “A partir desse recorte que iremos receber, vamos partir para as determinações e, se não forem cumpridas, não está descartada eventual propositura de ação judicial com imputação de multas”, disse.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
Os primeiros Jum Buss 360 da Gontijo Repasses de Busscar da UTIL para a Brisa Ideale 1440 da Paraíba Turismo Paradiso DD da Itabus Ideale da VIX Logística Paradiso DD da Fabbitur Paradiso DD da Martinele Transportes Ideale da Tursan Turismo Comil Svelto da Viper Transportes Cidades com Tarifa Zero