Governo conclui licitação para concessão do Terminal Rodoviário de Cuiabá

Por Sinfra MT
Imagens Secom MT

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), concluiu a licitação para concessão do terminal rodoviário “Engenheiro Cássio Veiga de Sá”, em Cuiabá. A empresa Sinart – Sociedade Nacional de Apoio Rodoviário e Turístico Ltda foi declarada vencedora do certame, que vai assegurar um investimento na ordem de R$ 18 milhões aplicados diretamente em melhorias estruturais e reforma do espaço a partir do primeiro ano de concessão. 

A empresa foi a única a participar do processo licitatório e venceu o certame ao oferecer uma outorga no valor de R$ 501,2 mil para explorar os serviços do terminal.  O valor mínimo da outorga a ser oferecido na licitação era de R$ 500 mil, conforme o edital. Já a outorga variável é no valor de 1% da receita bruta.

Com a conclusão da licitação e a declaração da empresa como vencedora, ela agora terá de apresentar um plano de negócios, onde deve constar um detalhamento adicional sobre como a concessionária pretende executar o contrato ao longo dos 25 anos de concessão.

O prazo para apresentação do plano se inicia no próximo dia 22 e o documento já estava previsto no edital de licitação como condição para a assinatura do contrato de concessão, de acordo com o secretário adjunto de Logística e Concessões da Sinfra, Huggo Waterson.

Somente após isso é realizada a assinatura do contrato no valor estimado de R$ 235,5 milhões e a empresa vai assumir em definitivo a administração do terminal, que atende aproximadamente 1,5 milhão de passageiros por ano no transporte intermunicipal e interestadual de passageiros. Hoje a própria Sinart é responsável pela administração, por meio de um contrato emergencial.

Investimentos

Com a concessão está prevista a elaboração e execução de projetos necessários para as obras de conservação, manutenção, operação e a gestão dos serviços públicos delegados a serem prestados obrigatória e ininterruptamente pela empresa concessionária, bem como investimentos e melhorias no terminal.

Dentre as melhorias estão as adequações nos banheiros, melhorias nas áreas de embarque e desembarque, central de operações, que deverá funcionar como monitoramento do fluxo dos usuários, além da segurança dos usuários e sinalização visual dos serviços prestados à população dentro do terminal. Também está prevista adequações para melhoria da acessibilidade, com a implantação de um elevador, entre outros serviços. 

Desse modo, segundo o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, a concessão permitirá a otimização de recursos do Governo do Estado com a manutenção predial e investimentos em obras e serviços de melhorias, uma vez que estes serão feitos pela empresa vencedora da licitação já no primeiro ano de concessão. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
Como ficariam os ônibus urbanos da Itapemirim? Relíquias do Museu da Itapemirim O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental O Apache Vip na frota metropolitana da Grande João Pessoa O Apache Vip na frota municipal de João Pessoa Apache Vip da Util Renovação de frota na Boa Esperança