Ônibus Paraibanos

“E precisa ter diploma pra gostar de ônibus? Se precisou, nunca me avisaram…”

Hoje eu li isso: “Estude e use seu diploma para fazer o que você gosta no hobby!”. Depois, fiquei pensando isso enquanto dirigia para casa. Mal ou bem, consegui fazer uma faculdade, e hoje faço um curso técnico e mais um programa de formação continuada oferecido por uma instituição nacional e vagas limitadas, além de várias palestras, cursos e estudos na área que eu atuo profissionalmente. Para você, leitor, faz alguma diferença eu ter isso tudo? Eu aposto que não. E não faz mesmo.

Tenho um outro hobby pessoal, onde atuo com gente de toda sorte: de palhaço salva-vidas de rodeios à médicos renomados. De peão à advogado. Numa das canções mais conhecidas, a letra brinca com isso: “Se ele é gaúcho/ você do Amazonas/ debaixo da lona são todos irmãos… Qualquer cor ou classe/ qualquer raça ou credo/ despertam bem cedo, são todos irmãos…

Fazendo a comida, universitários, peões e operários são todos irmãos.

Nascido em palácio, nascido em favela, lavando a panela, são todos irmãos…”. E lá, realmente é assim. Não importa sua origem, sua situação, quem você é ou o que faz da vida. Você é igual à todos, e assim segue-se a vida.

No hobby ônibus, que eu acompanho desde a infância, mas descobri que não estava só neste mundão de meu Deus no início dos anos 2000, é da mesma maneira. Conhecemos profissionais de toda sorte: jornalistas conhecidos, arquitetos, administradores, engenheiros, motoristas, gestores de frota, profissionais de logística, vendedores… formados ou não. Pergunte se isso desabona alguém ou o impede de ser participativo no hobby? Pergunte se isso é motivo para ele se sentir excluído ou ser menosprezado? Nunca! Desde que eu fotografo, ou sou convidado a estar com os amigos fotografando, ou num momento de descontração, nunca me pediram carteira de conselho profissional, cópia de diploma ou comprovante de escolaridade. Pelo simples fato de não ser preciso. O fato de estar se divertindo é muito maior do que isso.

Essas coisas a gente leva em entrevista de emprego, que eu não costumo ir de camiseta, bermuda e tênis, que é como me visto ao sair pra praticar o hobby.

Há quem ache que os profissionais de marketing não estão ligados no hobby, ou que isso chegou recentemente. Engana-se! Há pelo menos 18 anos eu via sites raiz, como o Railbuss e o Portal Interbuss publicarem conteúdo, sem contar a infinidade de blogs, fotologs, fotopages e toda sorte de grupos de discussão por e-mail. Na sequência, vieram o PiraBuss, Tudo de Ônibus, ValeSPBus, e o advento do Ônibus Brasil.

Hoje, há quem se denomine “o profissional de marketing da busologia”, mas, escreve mal como uma criança do primário, com erros crassos para quem se diz diplomado e ainda menospreza e desdenha de quem não se vê representadopor alguém que não merece esse reconhecimento. Além do mais, o mínimo que se espera de um profissional, de qualquer esfera, é ética.

Ética, em palavras simples, é a ação de fazer o certo mesmo que ninguém esteja fazendo. Não é porque deixei de trabalhar com o sujeito tal, que eu vou denegrí-lo, ou porque trabalho com fulano, que vou prejudicar o ciclano e assim vai.

Ainda, nesse bolo, entram outras centenas de pessoas que têm o hobby como válvulas de escape para a vida, para curar uma doença da alma, ou simplesmente, ser aceito como é, sem discriminações. Quantas e quantas vezes estive com amigos homossexuais, portador de necessidades especiais, enfim… todos sempre são bem-vindos e serão respeitados, auxiliados e tratados como iguais.

Não há legitimidade em alguém que toma para si um título, registra um nome que não o pertence (e nem à ninguém, visto o criador do termo, que não faz questão disso). E se um dia, as pessoas decidissem nomear um representante do hobby meus amigos, lhes garanto que a fila de gente seria infinitamente maior, e há muita, mas muita gente boa nesse bolo. Mas, difícil é algum destes aceitar, porque o hobby não tem donos, não é comércio, não está à venda e não tolera vendilhões. O Hobby é livre!

Conheça mais sobre a Busologia Independente seguindo as suas redes sociais:

Instagram: https://www.instagram.com/busologiaindependente/
Facebook: https://www.facebook.com/busologiaindependente/

Compartilhe esta matéria
ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.