Sistema de ônibus enfrenta crise em CG e operadores ameaçam greve

Por Ônibus Paraibanos
Imagem JC Barboza

Os operadores de transporte coletivo de Campina Grande poderão paralisar as atividades, a partir desta terça-feira (4), em decorrência de demissões e da crise financeira enfrentada pelas empresas da cidade desde 2019, agravada pela pandemia

O número de passageiros tombou de 100 mil (média por dia, antes da pandemia) para aproximadamente 15 mil, por dia, durante a pandemia. Após a abertura do comércio, esse número subiu para 33 mil passageiros. Atualmente, 55% da frota está em operação em Campina Grande.

“Esperamos confiantemente encontrar soluções mediante o bom diálogo, sem perder de perspectiva o interesse público e o bom atendimento à população”, disse o chefe da Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP), Félix Neto.

Nesta terça-feira (4), às 9h, haverá uma reunião entre prefeitura e empresas para que se encontre uma solução para o impasse.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
Busscar Vissta Buss DD da Auto Viação Catarinense A nova linha Marcopolo G8 Paradiso DD Rota Transportes com soluções Marcopolo BioSafe Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 06/2021 O novo Apache Vip Os raros El Buss da Gontijo Como ficariam os ônibus urbanos da Itapemirim? Relíquias do Museu da Itapemirim O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental