Operação conjunta da ANTT e AGERBA apreendem veículos fazendo transporte clandestino na Bahia

A ação na Bahia integra a Operação Pascal, que está sendo realizada no Brasil inteiro pela Fiscalização da Agência e desde o seu início, em julho, foram feitas 65 apreensões.

Por ANTT
Imagem / Vídeo Equipe de fiscalização da ANTT

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) , em parceria com a Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (AGERBA),na semana passada, apreendeu seis veículos, Cinco deles fazendo transporte interestadual clandestino de passageiros e um realizando viagem sem atender aos requisitos da legislação de transportes, Como não regularizou a situação, também foi apreendido.

A fiscalização para combater o transporte interestadual clandestino, ocorreu na BR-116, entre os municípios de Jequié (BA) e Feira de Santana (BA). Foram vistoriados 12 veículos e seis deles transportavam 153 passageiros irregularmente. Todos foram transbordados para ônibus de empresas regulares, com as despesas de passagem pagas pelas empresas flagradas.

A operação também teve apoio da Polícia Militar PM-BA da Polícia Rodoviária Federal da Bahia.

Números no Brasil

A ação na Bahia integra a Operação Pascal, que está sendo realizada no Brasil inteiro pela Fiscalização da Agência e desde o seu início, em julho, foram feitas 65 apreensões. Este ano, desde o começo de janeiro, já foram feitas 552 apreensões pela ANTT no Brasil.

Além do perigo de contaminação pela COVID 19, uma vez que os veículos irregulares não seguem as determinações da ANTT de higienização, e do uso de máscara à bordo, os passageiros correm riscos de acidente. Foram constatadas diversas irregularidades nos veículos como ausência de itens obrigatórios de segurança e itens com defeitos, como pneus carecas e para-brisas trincados.

A Agência reforça o alerta sobre os riscos de embarcar em transporte clandestino e ainda do perigo maior neste momento, de contágio pela COVID-19, pois esses veículos não cumprem os protocolos sanitários adotados pelas empresas regulares.

A fiscalização da Agência segue mobilizada e intensificando o trabalho na região. Em caso de denúncias ou dúvidas o usuário pode entrar em contato com a ANTT pelo WhatsApp (61) 99688-4306; número 166; ou pelo e-mail [email protected]

Seguem as imagens da ação

Compartilhe esta matéria
ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.