Mercedes-Benz e Irizar enviam ônibus rodoviários O 500 para clientes no Equador

Chassis O 500 RS e RSD da Mercedes-Benz, com carrocerias i6 e i6S da Irizar, contam com todos os itens da avançada tecnologia de segurança da marca.

Por Mercedes-Benz
Imagens Divulgação

Até o mês de agosto, dois modelos de ônibus rodoviários da linha O 500 da Mercedes-Benz serão enviados para demonstração no mercado equatoriano, reforçando a presença da marca no transporte de passageiros naquele país. Os veículos O 500 RS e O 500 RSD 6×2 receberam todos os itens tecnológicos de segurança disponíveis no portfólio atual e contam com carrocerias Irizar i6 e i6S, respectivamente. O objetivo é lançar os produtos e apresentar para clientes de todo o país.

“Com muita satisfação, seguimos com esse trabalho de mostrar para os nossos clientes do Equador, todo o conforto, segurança e baixo custo operacional dos ônibus Mercedes-Benz”, afirma Mauricio Yamamoto, Managing Director Bus Regional Center Daimler Latina. “Junto à encarroçadora Irizar, estamos realizando um trabalho que visa aprimorar a segurança dos passageiros, além de atingir um feito inédito no país: o O 500 RSD será o primeiro ônibus 6×2 da marca a ser vendido no Equador.

O chassi O 500 RSD 6×2 traz em sua composição ACC (Piloto Automático Adaptativo), ASR (Controle de Tração), EBS (Freio Eletrônico), AEBS (Freio Automático de Segurança), ESP (Controle de Estabilidade), LDWS (Sistema de Leitor de Faixa), 3° Eixo ERA Dirigível, 2° eixo traseiro de 12,5 ton, além de suspensão pneumática reforçada para Double Decker.

Já o chassi O 500 RS vem com o ASR (Controle de Tração), EBS (Freio Eletrônico), Hill Holder (Assistente de Freio de Rampa), ESP (Controle de Estabilidade), suspensão pneumática, eixo traseiro HO 6 de 12,5 ton, além de apresentar mais potência e torque, com 420 cv e 1900 Nm.

“Importante ressaltar também que ambos modelos contam com preparação para gestão de frotas e tacógrafo digital com impressão de dados”, ressalta Maurício. “Essas ferramentas são de grande importância para que os clientes consigam acompanhar a operação de seus ônibus em tempo real e também, com base nas informações coletadas, agendar manutenções preventivas, avaliar o desempenho dos motoristas e as informações de consumo, ou seja, ter um raio x completo da operação. Além da possibilidade do tacógrafo permitir armazenar todos os dados coletados na nuvem, evitando um acúmulo de discos de tacógrafo para o operador, e contribuindo ainda mais com a preservação do meio ambiente”.

Para o executivo, este será mais um excelente resultado da parceria com a Irizar, que é tão preocupada com o bem-estar e a segurança dos passageiros quanto a Mercedes-Benz. “Nosso trabalho é sempre pensando no passageiro. Ainda mais pela América Latina, onde os ônibus rodoviários passam por regiões montanhosas e em elevadas altitudes e que precisam ser muitos seguros”, conclui Maurício.

Compartilhe esta matéria
ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.