Ônibus Paraibanos

ANTT tira de circulação veículos piratas que seguiam de São Paulo para Bahia na região de Atibaia em SP

Por ANTT
Imagens Equipe de fiscalização da ANTT

Operação da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) realizada neste sábado (06/06) apreendeu diversos veículos piratas que partiram da capital paulista e tinham como destino o interior da Bahia.

Os veículos, ônibus e vans, foram interceptados por uma equipe especializada da ANTT na Rodovia Fernão Dias (BR- 381). Os infratores não tinham autorização para o serviço interestadual e foram autuados por realizarem transporte clandestino de passageiros e por trafegarem com veículos sem condições mínimas de segurança.

A fiscalização deparou ainda com uma van lotada de mercadorias em meio aos passageiros. Havia entre eles uma idosa, um adolescente sem documentação, e uma criança recém nascida.

Além disso, foram fiscalizados equipamentos obrigatórios como pneus carecas, ausência de cintos de segurança, para-brisas e lanternas quebrados e extintores vencidos, e em um dos ônibus sequer havia a palheta do limpador de para-brisa. E mesmo com a pandemia do novo coronavírus, haviam passageiros sem máscaras, e os motoristas não observavam os devidos cuidados sanitários.

Os veículos foram escoltados pelos fiscais para Terminal Rodoviário do Tietê, onde os passageiros desembarcaram, e os veículos foram levados ao pátio da ANTT.

A ANTT tem intensificado as fiscalizações em todo o país e reforça o alerta sobre os riscos de acidentes nos transportes clandestinos e da maior exposição à contaminação do novo coronavírus, pois esses veículos não cumprem os mesmos protocolos sanitários adotados pelas empresas regulares.

A Resolução nº 5.893/2020 determinou a adoção dos seguintes procedimentos mínimos para enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente do coronavírus (Covid-19):

I – aplicação das orientações do Guia Sanitário de Veículos Terrestres nº 18/2019 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que descreve medidas e ações para limpeza e desinfecção dos veículos, em especial aquelas sobre o controle de qualidade dos ambientes climatizados e controle de vetores, bem como dos requisitos a serem seguidos pelas empresas de transporte em resposta a eventos de saúde pública ocorridos a bordo dos veículos e sua notificação a autoridade de saúde brasileira; e

II – adotar cuidados para prevenção da propagação do vírus entre os passageiros no interior dos veículos, observadas normas de órgãos competentes.

Em caso de dúvidas ou denúncias o usuário deve entrar em contato com a ANTT através do telefone 166 ou do endereço eletrônico www.antt.gov.br.

Compartilhe esta matéria
ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.