Diretor do Sitrans justifica decisão de paralisação dos ônibus em Campina Grande

Situação das empresas se agravaram ainda mais após o início da pandemia.

Por Paraíba online
Imagem Thiago Martins de Souza

O diretor institucional do Sitrans, Anchieta Bernardino, comentou a decisão da entidade de suspender a operação do serviço de transportes públicos de passageiros, a partir de hoje, data da retomada pós-feriadão, determinada em decreto municipal na última semana, como forma de manter o isolamento social na cidade.

Anchieta disse, à Rádio Campina FM, que a situação das empresas que operam o sistema de serviço de transporte público de Campina Grande já era ruim antes da pandemia, e agora o cenário se agravou ainda mais.

De acordo com ele, desde o dia 20 de maio denuncia a situação do sistema à Prefeitura, alertando para uma gravidade do problema e mostrando a necessidade de uma revisão contratual, para possibilitar a continuidade da prestação do serviço.

– No último dia 1º de junho, o Sitrans protocolou nova correspondência destinada à Prefeitura e à STTP, ressaltando que o desentendimento e a falta de apoio entre a administração pública e as empresas concessionárias nesse momento crítico, sem qualquer plano de sustentabilidade e reequilíbrio das concessões, prenuncia a quebra das empresas concessionárias e a paralisação das atividades – disse.

Compartilhe esta matéria
ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.