Motoristas piratas hostilizaram fiscais da ANTT e Policiais Militares durante operação de combate ao transporte clandestino em Luziânia/GO

Por ANTT
Imagens / Vídeo Divulgação

Operação da ANTT de combate ao transporte clandestino de passageiros segue acontecendo no Distrito Federal e entorno.

Hoje (25/05) uma equipe especializada da ANTT realizou uma ação no município de Luziânia/GO com apoio operacional da Polícia Militar do Goiás.

Foram flagrados 13 clandestinos realizando transporte para Brasília e os veículos usados por eles foram apreendidos pela fiscalização.

Contudo, alguns infratores causaram tumulto, desacataram e ameaçaram os fiscais da ANTT e policiais militares, tentando impedir que seus veículos fossem recolhidos no guincho para o pátio. Eles acabaram sendo presos pela pela PM.

O fato ocorreu somente 48h depois que um motorista e um cobrador de transporte pirata atacaram fiscais da ANTT que estavam em um viatura parada no acostamento próximo à entrada do Recanto da Ema no DF.

Na oportunidade, os dois criminosos atentaram contra a vida dos fiscais, arremessando pedras no veículo, uma delas destruiu uma janela, e por pouco não atingindo a cabeça de um dos fiscais. Ambos foram conduzidos à Delegacia de Polícia Federal no DF.

Um dos participantes desse ataque no DF estava novamente presente hoje em Luziânia/GO, participou do tumulto, desacatou as autoridades e incitou outros motoristas contra a fiscalização, mas foi também contido pela PM e conduzido à delegacia.

Devido aos recentes acontecimentos, e a grande quantidade de infratores flagrados realizando transporte pirata na região, a ANTT decidiu intensificar as ações no entorno do DF, especialmente na rota Brasília – Luziânia.

Neste mês está ocorrendo a campanha do MAIO AMARELO, com o objetivo de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo.

A ANTT participa da campanha ressaltando que o transporte clandestino de passageiros proporciona maior risco de acidentes, vez que os veículos costumam apresentar péssimo estado de conservação, ausência e defeitos em equipamentos de segurança, e os motoristas não obedecem nenhum controle de jornada.

Além disso, os motoristas e passageiros nesses veículos tem sido vetores de transmissão do novo coronavírus, pois não seguem os mesmos protocolos sanitários observados pelas empresas regulares.

Em caso de dúvidas ou sugestões, o usuário pode entrar em contato com a ANTT através do telefone 166 ou do endereço eletrônico www.antt.gov.br.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
Senior da Nacional de Luxo Os primeiros Jum Buss 360 da Gontijo Repasses de Busscar da UTIL para a Brisa Ideale 1440 da Paraíba Turismo Paradiso DD da Itabus Ideale da VIX Logística Paradiso DD da Fabbitur Paradiso DD da Martinele Transportes Ideale da Tursan Turismo Comil Svelto da Viper Transportes