Motoristas piratas hostilizaram fiscais da ANTT e Policiais Militares durante operação de combate ao transporte clandestino em Luziânia/GO

Neste mês está ocorrendo a campanha do MAIO AMARELO, com o objetivo de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo.

Por ANTT
Imagens / Vídeo Divulgação

Operação da ANTT de combate ao transporte clandestino de passageiros segue acontecendo no Distrito Federal e entorno.

Hoje (25/05) uma equipe especializada da ANTT realizou uma ação no município de Luziânia/GO com apoio operacional da Polícia Militar do Goiás.

Foram flagrados 13 clandestinos realizando transporte para Brasília e os veículos usados por eles foram apreendidos pela fiscalização.

Contudo, alguns infratores causaram tumulto, desacataram e ameaçaram os fiscais da ANTT e policiais militares, tentando impedir que seus veículos fossem recolhidos no guincho para o pátio. Eles acabaram sendo presos pela pela PM.

O fato ocorreu somente 48h depois que um motorista e um cobrador de transporte pirata atacaram fiscais da ANTT que estavam em um viatura parada no acostamento próximo à entrada do Recanto da Ema no DF.

Na oportunidade, os dois criminosos atentaram contra a vida dos fiscais, arremessando pedras no veículo, uma delas destruiu uma janela, e por pouco não atingindo a cabeça de um dos fiscais. Ambos foram conduzidos à Delegacia de Polícia Federal no DF.

Um dos participantes desse ataque no DF estava novamente presente hoje em Luziânia/GO, participou do tumulto, desacatou as autoridades e incitou outros motoristas contra a fiscalização, mas foi também contido pela PM e conduzido à delegacia.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Devido aos recentes acontecimentos, e a grande quantidade de infratores flagrados realizando transporte pirata na região, a ANTT decidiu intensificar as ações no entorno do DF, especialmente na rota Brasília – Luziânia.

Neste mês está ocorrendo a campanha do MAIO AMARELO, com o objetivo de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo.

A ANTT participa da campanha ressaltando que o transporte clandestino de passageiros proporciona maior risco de acidentes, vez que os veículos costumam apresentar péssimo estado de conservação, ausência e defeitos em equipamentos de segurança, e os motoristas não obedecem nenhum controle de jornada.

Além disso, os motoristas e passageiros nesses veículos tem sido vetores de transmissão do novo coronavírus, pois não seguem os mesmos protocolos sanitários observados pelas empresas regulares.

Em caso de dúvidas ou sugestões, o usuário pode entrar em contato com a ANTT através do telefone 166 ou do endereço eletrônico www.antt.gov.br.

Compartilhe esta matéria
ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.