Ônibus Paraibanos

Três empresas de ônibus podem ser excluídas do transporte intermunicipal em Alagoas

Por Cada Minuto
Imagem Divulgação

Sob pena de exclusão do sistema, as principais empresas de ônibus que atuam no transporte rodoviário intermunicipal de passageiros (Veleiro, Expresso Metropolitano e Real Alagoas) têm um prazo de dez dias para regularizar uma série de pendências junto à Agência Reguladora de Serviços Públicos de Alagoas (Arsal).

O edital de convocação, assinado pelo presidente da Agência, Ronaldo Medeiros, foi publicado no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (21). Conforme o documento, as empresas descumpriram normas e determinações da Arsal, possuem elevado número de multas e dívidas com a autarquia.

As empresas são apontadas ainda pelo descumprimento de questões referentes às condições dos veículos, horários, quantitativos de ônibus, respeito aos usuários e número de carros da frota e por não atenderem as exigências legais quanto ao recadastramento e não apresentação de documentos.

Caso as pendências não sejam sanadas, as três empresas devem ser excluídas do sistema de transporte – no qual estão inseridas de forma precária, já que nunca houve licitação para a categoria convencional – e será realizado um credenciamento emergencial para suprir as linhas atendidas em todo o estado, até a conclusão da licitação para o transporte intermunicipal convencional.

Em conversa com o blog, Ronaldo Medeiros adiantou que várias empresas interessadas neste credenciamento – previsto para ocorrer até o dia 10 de fevereiro – já procuraram a Agência Reguladora em busca de mais informações.

Segundo o presidente da Arsal, a licitação também já está em andamento e a previsão é que o edital licitatório seja divulgado até o meio deste ano.

Compartilhe esta matéria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.