Ônibus Paraibanos

Zero carro zero – metropolitanas

Por Ônibus Paraibanos
Imagens Acervo Paraíba Bus Team

Nenhuma empresa do metropolitano urbano da Grande João Pessoa adquiriu ônibus zero quilômetro em 2019. Novamente baseada em seminovos e remanejamentos, o destaque vai justamente para a Transnacional, que teve motivos para alterar a frota de suas linhas metropolitanas esse ano.

No Conde, a empresa trocou quatro unidades por conta do fluxo de embarque das linhas, e também por causa dos remanejamentos para outras empresas. As unidades seminovas vieram da Transportes Santo Antônio, de Duque de Caxias-RJ.

Esses remanejamentos a também mexeram com a frota da empresa em Bayeux. Seis ônibus foram trocados; dois por idade, quatro por remanejamento. Dois vieram do Conde, quatro de Campina Grande.

Os tais remanejamentos eram justamente aqueles para aumentar a frota da Reunidas, que assumiu de vez a linha 511-Tambaú.

Tirando a Transnacional, quem também renovou foi a PB Rio. A empresa surpreendeu e trouxe seu primeiro New Torino – e primeiro Euro V – de sua frota. Na mesma lógica dos carros da Transnacional, a empresa adquiriu um ônibus adequado para o fluxo de tarifa seccionada. A unidade da PB Rio veio da Viação Estrela, de São Gonçalo-RJ.

A TR Transportes não renovou a frota, mas nem por isso Santa Rita passou em branco; passou em amarelo. Com a aprovação da lei do STPC, os alternativos se organizaram e adquiriram microônibus que foram do Suplementar de Belo Horizonte. Herdaram o padrão e estrearam no Marcos Moura.

Os ex-alternativos são a grande aposta de 2020. Com liberdade, podem surpreender e trazer novidades interessantes. E isso vai obrigar as empresas de transporte regular a se mexerem também. Uma movimentação que vai ser interessante de acompanhar, e que de certa forma vai movimentar o 2020 do metropolitano.

Compartilhe esta matéria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.