Ônibus Paraibanos

Em menos de um mês, Gontijo tem ônibus apreendido em Cuiabá

Por Ager
Imagens Divulgação

A empresa Gontijo em menos de um mês teve outro ônibus de sua frota apreendido pelos fiscais da Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos de Mato Grosso (Ager) por venda ilegal de bilhete de passagem dentro do Estado. A fiscalização ocorreu na manhã da quinta-feira (14), no Terminal Rodoviário Engenheiro Cássio Veiga de Sá, em Cuiabá.

Há menos de um mês, um outro ônibus da empresa Gontijo tentou fugir com o veículo durante uma operação de fiscalização da Ager, com isso foram intensificadas as fiscalizações. Dessa vez, 25 passageiros foram afetados com a venda ilegal das passagens, eles seguiam para São Paulo e Uberlândia.  A empresa detida teve que os realocar os passageiros.

De acordo com o coordenador de Transportes da Agência Reguladora, Fernando Gadenz, essa situação vai acontecer até que as empresas entendam que elas não estão acima da Lei, que é necessário que se cumpra o que está estabelecido nos contratos para que não haja prejuízos para nenhum regulado.

“Além de manter o contrato saudável, a Ager preza pela segurança do usuário do transporte, já que, no transporte clandestino é impossível assegurar esses direitos. Além da fiscalização punitiva fazemos também a orientativa que tem por objetivo minar com a ação das empresas que trabalham de forma ilegal dentro do Estado. Trabalhamos para que as pessoas busquem o transporte regulado pela Ager, só assim terá certeza da segurança no translado, qualidade no serviço e a garantia de um preço justo”, falou.

Compartilhe esta matéria

8 comentários em “Em menos de um mês, Gontijo tem ônibus apreendido em Cuiabá”

  1. Realmente

    Esse país é uma piada.

    Uma empresa de porte é chamada de clandestina.

    E os ônibus clandestinos continuam transportando passageiros de forma irregular.

    Alguns com ônibus velhos, pneus carecas, sem manutenção, motoristas sem qualificação.

    Trabalhando em sistema de dupla.

    Sem um descanso digno.

    Mas fazer o que

    Só resta sortir

  2. Alguém já ouviu falar da viação Régis pois bm clandestinos nunca foi parado porque será? Eu sei a resposta Por Que motorista anda com dinheiro pra alimentar esses esses pilantra aí…
    Agora para motorista da Gontijo que são especializados que stão alincorrendo sérios risco não tentativa de arranca dinheiro deles e da nisso aí….que pais de merda…

  3. Provavelmente o que ocorreu é que a Gontijo vendeu passagem intermunicipal, ou seja, pra cidade dentro do Mato Grosso. Sei de algumas grandes empresas que fazem mesmo essa jogada.

  4. Luiz Carlos Direnzi

    Eu defendo sim que as empresas que operam o serviço Interestadual tenha o direito sim de operar em alguns trecho o serviço Intermunicipal. Aqui no Estado de São Paulo tem muita empresa de ônibus que operam o transporte intermunicipal pedindo a paralisação em determinados trechos. Então nada mais justo que empresas que operam o transporte Interestadual possam interligar esses municípios entre si caso elas tenham linhas oriundas de outros Estados e que passem por esses municípios.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.