Quando a emenda sai pior que o soneto

Rede social é um negócio que se usa com responsabilidade.

by:

OpiniãoPostagens MISC/Variadas

Por Ônibus Paraibanos
Imagem Paulo Rafael Viana

Rede social é um negócio que se usa com responsabilidade. Como é algo que representa o que a sua marca pensa, o estrago que uma publicação sem sintonia com a realidade pode causar é enorme. É o caso da Socicam, que administra algumas rodoviárias do país. Ela fez esta publicação em referência aos busólogos demonstrando apoio, quando os próprios demonstraram na publicação que não é bem assim a história.

Do mesmo jeito que existem os spotters nos aeroportos, existem nas rodoviárias. Os fotógrafos de ônibus ainda buscam apoio, visto que ainda há quem enxergue como loucura, reflexo da visão que os brasileiros tem do meio ônibus como sinônimo de péssimos serviços e de status social. Enquanto no Brasil se tem o culto ao transporte individual como sinônimo de status, lá fora o transporte público é usado até por empresários e celebridades, coisa que a própria qualidade do serviço no Brasil ajuda a explicar essa diferença.

Mas voltamos a Socicam e sua publicação que repercutiu muito mal entre os busólogos. Isso se deve pelo fato de eles relatarem problemas com os fiscais da empresa nas rodoviárias. Segundo eles, quando não são intimidados pelos fiscais, são impedidos de tirar fotos dos ônibus nas rodoviárias administradas pela empresa. Segundo eles isso não é de hoje. Por essa razão e por todas as queixas acumuladas ao longo dos anos, os busólogos receberam a publicação em “homenagem” a eles com estranheza e com revolta.

Já são mais de 350 comentários* na publicação, praticamente todos eles de reclamações dos que não se sentiram nada homenageados pelo post. Eles pedem apenas que a empresa não limite o hobby que praticam. Claro que seguindo as regras, se regras houverem. Alguns até prometeram printar a publicação para mostrar aos fiscais da Socicam da próxima vez que sofrerem constrangimentos nas rodoviárias.

Esse é um exemplo clássico de como a rede social de uma marca muitas vezes não consegue refletir o posicionamento da empresa na vida real. Certas coisas soam como ironia para um cliente não satisfeito ou para alguém que se sente lesado pela marca. O que vimos aqui foi uma situação de falta de sintonia entre a equipe de social media e do que a empresa realmente faz na realidade.

Quando a emenda sai pior do que o soneto, o melhor a se fazer é refletir e chamar para a conversa. Alguns acreditam até que isso represente uma mudança de pensamento por parte da Socicam, de modo que se espera a partir dessa publicação que os fotógrafos de ônibus não tenham o seu trabalho incomodado pelos fiscais.

Vamos ver se de agora em diante as coisas mudam para os busólogos nas rodoviárias. E se forem incomodados, irão com a resposta pronta. Se a Socicam diz apoiar, não pode em tese incomodar. É apenas isso que os busólogos esperam.

*Quando a matéria foi ao ar, eram cerca de 150 comentários no post da Socicam. Agora, esse número mais que triplicou, tamanha a repercussão negativa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Este conteúdo é protegido.