Uma parte da história contada em fotos: Entrega de ônibus a Viação Nossa Senhora das Neves

Os primeiros e únicos Cisnes de João Pessoa

Por Ônibus Paraibanos
Imagens Acervo histórico Paraíba Bus Team

Em outubro de 1983, há exatos 36 anos, numa solenidade realizada na Padiesel, antiga concessionária Mercedes-Benz da capital paraibana, foram entregues nove ônibus 0 km para empresa Viação Nossa Senhora das Neves. Os veículos eram o que existia de mais moderno e avançado em relação ao transporte coletivo de João Pessoa, segundo publicações da época.

Com carroceria da Incasel do modelo Cisne e chassi Mercedes-Benz OF-1113, eram os primeiros veículos de um plano de renovação total da frota da empresa que receberia, até 15 de novembro daquele ano, mais 10 monoblocos Mercedes-Benz adquiridos juntos a Padiesel que iriam atender a nova demanda criada pelos novos conjuntos habitacionais de João Pessoa, entre eles o Mangabeira II.

A Viação Nossa Senhora das Neves integrava o Grupo Plancol que pertencia a Ary Vilhena. O empresário anunciou durante a entrega dos veículos, a inauguração, em 1984, de uma moderna garagem para a empresa próximo ao Ceasa de João Pessoa. A garagem contava com uma boa infraestrutura para o motorista, como alojamentos, vestiários, refeitórios, salas de aula, etc. Essa garagem era localizada aonde é atualmente a sede da Polícia Rodoviária Federal na Paraíba no km 23 da BR 230 no bairro do Cristo em João Pessoa.

O investimento à época para aquisição nos veículos apresentados na solenidade na Padiesel, foi de um valor total de CR$ 460.000.000,00. Os novos ônibus, que obedeciam o padrão determinado pela EBTU – Empresa Brasileira de Transportes Urbanos, tinham previsão de transportar 1.500 passageiros/dia.

A Viação Nossa Senhora das Neves operou até 1987. Foi através da aquisição da empresa pelo Grupo A.Cândido que a Transnacional iniciou as suas atividades na capital paraibana.

Incasel

A encarroçadora gaúcha não estava em sua melhor situação quando da época da encomenda da Nossa Senhora das Neves. Dois anos depois do evento, a Incasel teve seus bens levados a leilão, no que foi adquirida por uma empresa paranaense de Cascavel que até então fabricava silos agrícolas, pertencente as famílias Corradi e Mascarello. Ali nascia a Comil, mantendo inicialmente os modelos da Incasel.

A fábrica de silos ainda existe, com o mesmo nome Comil, mas pertence aos Mascarello, que após divisão societária no ano 2000, deixaram a Comil Ônibus apenas com os Corradi.

A família Mascarello voltou a fabricar ônibus em 2002, com a fundação da encarroçadora que leva o sobrenome da família, em Cascavel.

One Reply to “Uma parte da história contada em fotos: Entrega de ônibus a Viação Nossa Senhora das Neves”

  1. Regina Celi da Cunha disse:

    Nos dias hoje vivemos uma realidade bastante constrangedora. Criaram os consórcios de transporte coletivo, onde vemos quase metade da frota renovada. Tem um tal de consórcio navegantes, fusão das mais inoperantes empresas que operam em João Pessoa: Marcos da Silva, Santa Maria, São Jorge e Mandacaruense, com ônibus velhos de quinta mão, sujos e que demoram uma eternidade. Além da linha com destino à Estação Ciências que faz “conexão”.
    É um total desrespeito aos usuários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Este conteúdo é protegido.