Usina a carvão no Pecém vai ter ônibus movido a energia solar

Veículo fará o percurso Fortaleza-São Gonçalo. Investimento no projeto chega a R$ 4,85 milhões

Por Diário do Nordeste
Imagem Divulgação

A Usina Termelétrica do Pecém (UTE Pecém), alimentada a carvão, deve iniciar o transporte de funcionários em ônibus elétrico movido a energia solar a partir de 2020. O veículo fara a rota Fortaleza-São Gonçalo e está sendo desenvolvido pela EDP, empresa do setor elétrico responsável pela UTE Pecém. O investimento no projeto chega a R$ 4,85 milhões.

De acordo com a EDP, a energia utilizada durante o percurso de 70 quilômetros entre a Capital e a empresa será gerada por módulos fotovoltaicos instalados no estacionamento da usina térmica Pecém I. “Essas placas é que irão carregar as baterias do ônibus nos intervalos entre as viagens”, explica Cayo Moraes, gestor executivo de operação.

O ônibus elétrico da UTE Pecém terá a aplicação, no teto do veículo, de OPV, que são filmes fotovoltaicos orgânicos compostos por células capazes de gerar energia elétrica a partir da luz do sol. Por sua flexibilidade, essa tecnologia permite a instalação em diversos locais e superfícies, como janelas, móveis, portas e paredes.

“As células no teto do ônibus serão testadas nas condições climáticas que temos no Nordeste para abastecer parte do consumo dos serviços no interior do ônibus, como refrigeração e luzes de leitura”, diz Cayo.

A pesquisa está sendo desenvolvida em parceria com a Universidade Estadual Paulista (Unesp). O projeto está na fase de compra e instalação de equipamentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Este conteúdo é protegido.