Sócio do Grupo Itapemirim pede saída de presidente

A ação destaca que o presidente não é mais nome de consenso

Por Coluna do Broadcast – Estadão
Imagem JC Barboza

O diretor e sócio do Grupo Itapemirim, Sidnei Piva de Jesus, pediu à Justiça afastamento imediato e substituição do presidente do Grupo Itapemirim, Hélio Siqueira. A companhia, que é dona da Viação Itapemirim, está em recuperação judicial. Além da saída do executivo, foi pedida a troca da administradora judicial da empresa, a EXM Partners. A ação destaca que Siqueira “não é mais nome de consenso, nem na diretoria, nem no conselho, nem perante os acionistas”. A petição sugere, como prazo, cinco dias para os acionistas e diretoria da companhia indicarem um substituto ao cargo de presidente executivo do grupo. Na semana passada a Coluna divulgou que o executivo poderia ser alvo de investigação, por conta de um contrato de seguro.

Retaliação

A EXM Partners afirmou que o pedido de substituição é uma forma de “retaliação contra os procedimentos investigatórios instaurados para apuração de condutas incabíveis relativas aos atuais e antigos acionistas” do grupo, incluindo Sidnei Piva de Jesus. Há, destaca a EXM, processos tramitando na Justiça, pedindo “apuração de atos de má gestão e desvio patrimonial”. Procurado, o Grupo Itapemirim não comentou. Hélio Siqueira não respondeu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Este conteúdo é protegido.