Ônibus Paraibanos

Falha provoca cobrança indevida na integração temporal de CG

Por Portal Correio
Foto JC Barboza

Passageiros dos transportes públicos de Campina Grande apresentaram queixas no início da manhã desta quarta-feira (17) sobre cobrança indevida de outra passagem dentro do sistema de integração temporal do município.

Conforme a Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP), a cobrança teria ocorrido em algumas linhas de ônibus, por causa de uma falha, sem afetar todos os transportes.

A integração temporal garante que o passageiro utilize dois ônibus de linhas diferentes, pagando apenas uma passagem. Em Campina Grande, o intervalo de tempo para gratuidade no segundo transporte é de 70 minutos.

Em contato com o Portal Correio, o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros (Sitrans) informou que o erro ocorreu em cerca de 20 transportes, ou seja, em 10% dos 200 veículos que operam na cidade. O órgão também informou que o problema se deu após a frota ter passado por uma atualização no sistema e teria apresentado dificuldades. Conforme o sindicato, a situação já foi resolvida.

Conforme a STTP, os casos de cobrança indevida se tratam de uma falha no sistema. A orientação do órgão é que as pessoas afetadas com a cobrança procurem os postos do Sitrans no Terminal de Integração, no Centro do município, para que tenham os valores ressarcidos pelo sistema.

A superintendência também orientou que seja solicitado o registro da reclamação na ouvidoria do órgão, através do 3341-1278. O número do cartão deve ser informado pra que possam rastrear e devolver a passagem cobrada, que no cartão temporal está no valor de R$ 3,60 inteira e R$ 1,80 meia.

Até o fechamento desta matéria, não foi informada a quantidade de pessoas que teriam passado pelo problema.

Compartilhe esta matéria
ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.