Empresas de ônibus terão que emitir bilhete de passagem eletrônico no Tocantins

A mudança será válida apenas para ônibus, pois as vans não fazem parte do sistema de inscrição estadual.

Por Surgiu
Imagem JC Barboza

As empresas de ônibus que fazem o transporte intermunicipal e interestadual de passageiros terão que emitir Bilhete de Passagem Eletrônico (BP-e). O novo documento vai substituir o ticket de viagem e dar mais transparência sobre os valores cobrados, além de facilitar a fiscalização da receita estadual.

“A partir da emissão do bilhete de passagem na rodoviária, pelas empresas de transporte, com itinerário fixo, a Secretaria da Fazenda saberá em tempo real da emissão do documento”, disse o gerente de automação fiscal, Guilherme Sales.

O novo modelo permitirá que as viações criem sistemas mais interativos com os passageiros, facilitando o embarque do bilhete eletrônico. Só que nem todos os passageiros veem isso com bons olhos.

“Nem todo mundo sabe ler. Eu sei ler, mas perdi a visão e não tem condição. Prefiro do jeito que está”, argumentou a lavradora Dora de Souza. “Eu não sei mexer então eu prefiro assim do jeito que está”, disse a dona de casa Deusirene Ferreira.

Depois do dia primeiro de julho a Secretaria da Fazenda vai começar a monitorar essas empresas para fiscalizar se elas estão cumprindo a nova normas de emissão de passagem. “Vão sofrer o rigor da lei. Elas tem que emitir o BP-e, não mais o cupom fiscal ou bilhete de papel que emitem hoje”, afirmou Guilherme Sales.

A mudança será válida apenas para ônibus, pois as vans não fazem parte do sistema de inscrição estadual. Segundo a Secretaria da Fazenda, os embarques poderão ser feitos fora da rodoviária, mas as empresas terão que se adequar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Este conteúdo é protegido.