Por que contra só a tarifa dos ônibus?!

Por Ônibus Paraibanos – Fábio Gonçalves
Imagem Gilberto da Costa Júnior

Sabemos que uma vez por ano há o necessário reajuste na tarifa dos ônibus do transporte coletivo urbano, tanto em João Pessoa e na Grande João Pessoa, quanto no transporte intermunicipal do Estado. E isto acontece em todo o Brasil. Por exemplo, desde 10 de dezembro do ano passado a tarifa de Aracaju passou para R$ 4,00. Aqui em João Pessoa ficou menor, ou seja: R$ 3,80. “Mas não é de R$ 3,95?” – pode alguém perguntar. E respondemos que não, porque a tarifa preponderante paga por quase 80% dos passageiros é de R$ 3,80, entre eles os estudantes que têm 50% de abatimento e por isso sua meia-passagem fica em R$ 1,90. Os R$ 3,95 só são pagos por uns 20% dos passageiros que, por comodidade para eles, não querem usar o cartão eletrônico. Porém, como mais um exemplo, todos os trabalhadores que os empregadores são obrigados a dar o Vale-Transporte, a tarifa é de R$ 3,80. É falácia dizer que a tarifa é de R$ 3,95.

Não vamos aqui destacar que durante o ano inteiro, todos os meses, quase tudo vai aumentando de preço. Mas, todos sabemos – e se tem constatado – que os combustíveis (o insumo essencial para os ônibus do transporte coletivo), esse, sim, é que têm aumentado de preço. No caso do transporte coletivo, também sabemos que os salários dos motoristas e demais funcionários das empresas sobem de valor, porque, se não subirem, tem logo ameaça de greve! Se tudo aumenta de preço, é estranho, pois, que quando há o reajuste da tarifa dos ônibus, uma vez no ano, insinuem-se movimentos de protestos como se esse setor não fosse de mesmo modo afetado pelos aumentos de preços no diesel, pneus, salários que tem de pagar e consequentes encargos como o do INSS, FGTS, PIS etc, sem contar que a cada ano os ônibus têm uma depreciação em torno de 15% (se no começo do ano um ônibus 2013 custava R$ 140 mil, ao final do ano, para trocá-lo por um modelo 2014, precisa-se de uns R$ 21 mil para essa renovação). Dissemos um só ônibus, mas se precisarmos renovar 50, aí já temos uma conta de mais de um milhão de reais para essa troca, mesmo de ônibus já usados.

Voltaremos a este assunto. Mas, todos precisamos melhor e responsavelmente avalia-lo, em vez de querer só “jogar pedras”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Este conteúdo é protegido.